Busca avançada
Ano de início
Entree

Reconstrução da história evolutiva e estudos filogeográficos da avifauna neotropical utilizando marcadores moleculares

Processo: 03/14106-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de outubro de 2004 - 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Cristina Yumi Miyaki
Beneficiário:Cristina Yumi Miyaki
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Anita Wajntal
Bolsa(s) vinculada(s):08/02711-3 - Filogeografia e demografia histórica de Myrmeciza loricata e Myrmeciza squamosa (Aves, Thamnophilidae): uma análise de limites específicos, especiação e processos de diversificação na Mata Atlântica, BP.PD
06/57474-0 - O potencial do DNA barcode na identificação de psitacídeos neotropicais, BP.MS
06/56533-3 - Caracterizacao da diversidade genetica, da estrutura populacional e do parentesco de arara-azul-grande (anodorhynchus hyacinthinus) por meio da analise de regioes dos genomas nuclear e mitocondrial., BP.DR
04/14941-2 - Filogenia e biogeografia dos jacus e jacutingas (Aves, Galliformes: Cracidae), BP.DD
Assunto(s):Biodiversidade  Aves  Biogeografia  Filogenia  Avifauna  Marcador molecular 
Publicação FAPESP:http://www.fapesp.br/tematicos/saude_miyaki.pdf

Resumo

O neotrópico é uma região de megadiversidade. A origem de tal riqueza pode estar relacionada com a dinâmica das mudanças geológicas e climáticas que ocorreram ao longo do tempo e a conservação de tal patrimônio depende de esforços multidisciplinares. Um dos grupos de animais que se destaca pela sua diversidade no neotrópico é o das aves. Os padrões de endemismo e a correlação entre relações sistemáticas e biogeográficas tornam as aves um grupo apropriado para estudos de biogeografia histórica. Além disso, as aves são bons modelos de trabalho para estudar a origem da diversidade no neotrópico uma vez que se distribuem nos mais diversos biomas. No presente projeto, técnicas moleculares serão utilizadas em estudos filogenéticos e filogeográficos de aves. Estaremos ampliando a amostragem de táxons de três grupos que já estamos estudando (psitacídeos, cracídeos e ranfastídeos) e ainda incluiremos mais um grupo (acripitrídeos). Além disso, iniciaremos o estudo de passeriformes da Mata Atlântica buscando compreender melhor a biogeografia e filogeografia desses táxons. As datas de divergência entre as linhagens serão estimadas, alguns problemas de sistemática deverão ser resolvidos e o nível de isolamento entre populações será determinado. Tais dados deverão contribuir na melhor compreensão da origem, distribuição e manutenção da biodiversidade no neotrópico. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PRESTI, FLAVIA T.; GUEDES, NEIVA M. R.; ANTAS, PAULO T. Z.; MIYAKI, CRISTINA Y. Population Genetic Structure in Hyacinth Macaws (Anodorhynchus hyacinthinus) and Identification of the Probable Origin of Confiscated Individuals. Journal of Heredity, v. 106, n. 1, SI, p. 491-502, SEP 2015. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.