Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização genômica de parvovírus e adenovírus caninos isolados no Brasil

Processo: 96/08232-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 1996 - 31 de maio de 1999
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Dolores Ursula Mehnert
Beneficiário:Dolores Ursula Mehnert
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Endonucleases  Parvovirus 

Resumo

O quadro de gastrenterite viral em cães, principalmente jovens, é impossível de ser diferenciado clinicamente, tornando fundamental o emprego de métodos de diagnóstico laboratorial para o estabelecimento da etiologia da doença. As próprias características da diarréia catarral ou hemorrágica, também não elucidam a etiologia do quadro. Em estudo preliminar visando o isolamento e a identificação dos vírus envolvidos em casos de gastrenterite hemorrágica em cães de diferentes regiões do Brasil, foram detectados parvovírus, adenovírus, reovírus e rotavírus. Dentre estes, os agentes mais importantes são os parvovírus e os adenovírus, pois podem ocasionar quadros clínicos graves, levando os animais ao óbito. Este projeto visa determinar os tipos genômicos dos adenovírus e dos parvovírus isolados de cães com gastrenterite de diferentes regiões do Brasil no período de 1989 a 1996. A análise de restrição do genoma viral com endonucleases permite distinguir os adenovírus CAV-1 (hepatite canina) e CAV-2 (laringotraqueíte canina), procedimento até então impossível de ser realizado através de métodos de identificação convencionais. Permitirá também a caracterização dos parvovírus circulantes na população canina brasileira, possibilitando a detecção de eventuais variantes genômicos. (AU)