Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da sequencia de direcionamento da proteina thi1 e suas implicacoes fisiologicas.

Processo: 96/09124-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 1997 - 31 de julho de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Márcio de Castro Silva Filho
Beneficiário:Márcio de Castro Silva Filho
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Reparo do DNA  Regulação da expressão gênica 

Resumo

A localização específica das proteínas dentro das células é condição essencial para o seu funcionamento. Apesar de apresentarem DNA próprio, a maior parte das proteínas mitocondriais e cloroplásticas são codificadas por genes nucleares e sintetizadas nos ribossomos citosólicos sob a forma de precursores. Estas moléculas apresentam na extremidade amino-terminal seqüências de direcionamento conhecidas como pré-sequência (mitocôndrias) e peptídeo de trânsito (cloroplastos). A importação de proteínas no interior destas organelas é bastante específica, o que pode ser comprovado experimentalmente. Entretanto, em alguns casos este direcionamento foi inespecífico. Recentemente, foi relatado um caso em que uma proteína, envolvida no mecanismo de defesa das plantas contra o estresse oxidativo, foi direcionada, simultaneamente, a mitocôndrias e cloroplastos (Creissen et al., 1995). Ao clonarem um cDNA de Arabidopsis thaliana envolvido no reparo de DNA de Escherichia coli, Machado et al. (1996) verificaram que o produto do gene thI1 está relacionado à biossíntese de tiamina. A análise de sua seqüência primária revelou a presença de um sinal de direcionamento típico de proteínas cloroplásticas. Uma observação muito interessante mostra que em plantas superiores, a biossíntese de tiamina ocorre nos cloroplastos (Belanger et al., 1995), enquanto que em fungos, a síntese ocorre nas mitocôndrias (Beldwell et al., 1989). Baseado nestas observações, torna-se extremamente interessante estudar o direcionamento da proteína THI1 e as propriedades de sua seqüência de direcionamento. Além disso, a presença de metioninas na parte N-terminal da proteína madura pode indicar um mecanismo de regulação gênica envolvendo a escolha do ATG que inicia a tradução. Desta forma, serão realizadas construções gênicas ligando a seqüência de direcionamento a um gene repórter, a fim de esclarecer a localização da proteína THI1 e suas implicações fisiológicas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CHABREGAS, SABRINA M.; LUCHE, DOUGLAS D.; FARIAS, LEONARDO P.; RIBEIRO, ALBERTO F.; VAN SLUYS, MARIE-ANNE; MENCK, CARLOS F. M.; SILVA-FILHO, MARCIO C. Dual targeting properties of the N-terminal signal sequence of Arabidopsis thaliana THI1 protein to mitochondria and chloroplasts. Plant Molecular Biology, v. 46, n. 6, p. 639-650, 2001.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.