Busca avançada
Ano de início
Entree

Nova física no espaço: ondas gravitacionais

Processo: 06/56041-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de abril de 2007 - 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Odylio Denys de Aguiar
Beneficiário:Odylio Denys de Aguiar
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Jose Carlos Neves de Araujo
Auxílios(s) vinculado(s):11/11719-0 - Análise de dados para experimentos de ondas gravitacionais, AV.EXT
11/13272-3 - Ondas gravitacionais e perturbações de estrelas de nêutrons, AV.EXT
09/01067-6 - 8th Edoardo Amaldi conference on gravitational waves, AR.EXT
Bolsa(s) vinculada(s):12/22752-1 - Multi-nested pendula: um novo sistema de isolamento vibracional criogênico para o detector de ondas gravitacionais Advanced LIGO, BP.DR
11/12112-2 - Cálculo das frequências dos modos fundamentais das estrelas de nêutrons, BP.TT
11/08652-1 - Tratamento superficial das superfícies de nióbio e deposição de filmes de nióbio com alta pureza nos transdutores eletromecânicos supercondutores do Detector Schenberg, BP.TT
+ mais bolsas vinculadas 10/09101-6 - Desenvolvimento da cadeia de análise de dados para sinais impulsivos e periódicos para o detector de ondas gravitacionais Mario Schenberg e estudo de viabilidade da utilização de osciladores de microondas no espaço, BP.PD
08/09891-7 - O detector de ondas gravitacionais Mario Schenberg: uma antena esférica criogência com transdutores paramétricos de cavidade fechada, BP.TT
07/07332-8 - Um modelo de ruído para o detector de ondas gravitacionais lisa, BP.IC - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Gráviton  Ondas gravitacionais  Telessensores  Detecção de ondas gravitacionais  Detector Mario Schenberg 

Resumo

A primeira detecção de ondas gravitacionais e a sua observação regular estão, certamente, entre os objetivos científicos e desafios tecnológicos mais importantes deste início de milênio. Eles vão abrir uma nova janela para a observação do universo. São propostos neste projeto temático os quatro primeiros anos de operação do detector de ondas gravitacionais Mario Schenberg, o desenvolvimento da tecnologia de transdutores para um desempenho de altíssima sensibilidade, a capacitação do detector para a sua operação a temperaturas e milikelvin, o desenvolvimento de software para a análise e aquisição de dados deste detector e de outros detectores estrangeiros e o estudo de ondas gravitacionais e suas fontes. O detector de ondas gravitacionais Mario Schenberg é composto de uma antena esférica de cobre (94%)-alumínio (6%) de 1,15 toneladas e 65 cm de diâmetro e foi construído na Universidade de São Paulo, sob uma ampla colaboração brasileira e internacional, com o total apoio da FAPESP. Ele estará operando com uma meta inicial de densidade espectral de ruído de amplitude de h ~ 2 x 10-21 Hz-½ em uma banda de 50Hz em tomo de 3,2 kHz. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Nobel de Física premia observação que inaugurou a astronomia gravitacional 
Uma nova janela para o Universo 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
Uma colisão reveladora 
Nova detecção de ondas gravitacionais amplia o conhecimento sobre o lado escuro do Universo 
Mais uma janela para o Universo 

Publicações científicas (10)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BORTOLI, FABIO DA SILVA; FRAJUCA, CARLOS; MAGALHAES, NADJA S.; AGUIAR, ODYLIO D.; DE SOUZA, SERGIO TURANO. On the Cabling Seismic Isolation for the Microwave Transducers of the Schenberg Detector. Brazilian Journal of Physics, v. 49, n. 1, p. 133-139, FEB 2019. Citações Web of Science: 0.
CONSTANCIO, JR., M.; AGUIAR, O. D.; KEISER, G. MCCURRACH; MALHEIRO, M.; LEMOS, L. J. RANGEL. Do coupled nested pendula have the same eigenfrequencies as pendula in cascade?. Journal of Instrumentation, v. 9, AUG 2014. Citações Web of Science: 0.
DA SILVA COSTA, C. F.; FAUTH, A. C.; PEREIRA, L. A. S.; AGUIAR, O. D. The cosmic ray veto system of the Mario Schenberg gravitational wave detector. NUCLEAR INSTRUMENTS & METHODS IN PHYSICS RESEARCH SECTION A-ACCELERATORS SP, v. 752, p. 65-70, JUL 11 2014. Citações Web of Science: 1.
DE PAULA, L. A. N.; AGUIAR, O. D.; OLIVEIRA, JR., N. F. Remote coupling between a probe and a superconducting klystron cavity for use in gravitational wave detectors. Journal of Instrumentation, v. 8, AUG 2013. Citações Web of Science: 7.
DA SILVA ALVES, MARCIO EDUARDO; TINTO, MASSIMO. Pulsar timing sensitivities to gravitational waves from relativistic metric theories of gravity. Physical Review D, v. 83, n. 12 JUN 27 2011. Citações Web of Science: 14.
AGUIAR, ODYLIO DENYS. Past, present and future of the Resonant-Mass gravitational wave detectors. Research in Astronomy and Astrophysics, v. 11, n. 1, p. 1-42, JAN 2011. Citações Web of Science: 20.
AGUIAR‚ O.D. Past‚ present and future of the Resonant-Mass gravitational wave detectors. Research in Astronomy and Astrophysics, v. 11, n. 1, p. 1, 2010.
TINTO, MASSIMO; DA SILVA ALVES, MARCIO EDUARDO. LISA sensitivities to gravitational waves from relativistic metric theories of gravity. Physical Review D, v. 82, n. 12, p. 122003, 2010. Citações Web of Science: 22.
AGUIAR, O. D.; ANDRADE, L. A.; BARROSO, J. J.; CASTRO, P. J.; COSTA, C. A.; SOUZA, S. T. DE; WAARD, A. DE; FAUTH, A. C.; FRAJUCA, C.; FROSSATI, G.; ET AL. The Schenberg spherical gravitational wave detector: the first commissioning runs. Classical and Quantum Gravity, v. 25, n. 11, p. 0-0, June 2008.
LENZI‚ C.H.; MAGALHÃES‚ N.S.; MARINHO JR‚ R.M.; COSTA‚ C.A.; ARAÚJO‚ H.A.B.; AGUIAR‚ O.D. Solution of the inverse problem in spherical gravitational wave detectors using a model with independent bars. Physical Review D, v. 78, n. 6, p. 062005, 2008.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.