Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de micropoluentes orgânicos em água através do acoplamento entre métodos de extração e métodos cromatográficos de alta resolução

Processo: 96/09269-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de novembro de 1997 - 31 de dezembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Fernando Mauro Lanças
Beneficiário:Fernando Mauro Lanças
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):00/03746-3 - Multiresidue determination of organophosphorus pesticides in River water by spme-gc/ms, AR.EXT
99/03276-8 - Open tubular SFC determination of steroid hormones in biological samples, AR.EXT
Bolsa(s) vinculada(s):00/10531-3 - Monitoramento de recursos hídricos através do acoplamento em linha entre método de extração sem solvente e técnicas cromatográficas. análise de multiresíduos de agrotóxicos em água, BP.PD
98/14650-5 - Determinação de resíduos de pesticidas das classes dos tiocarbamatos e diticarbamatos em água utilizando técnicas cromatográficas de alta resolução (HPLC, SFC e HRGC), BP.MS
98/04017-3 - Análise de piretróides em água, através do acoplamento entre métodos de extração e métodos cromatográficos de alta resolução, BP.PD
Assunto(s):Cromatografia  Poluição da água  Poluentes orgânicos  Solventes 

Resumo

A determinação de substâncias orgânicas em água comumente envolve o isolamento dos compostos de interesse e subsequente separação através de uma técnica cromatográfica. Técnicas "on-line" (em linha), as quais combinam o preparo da amostra e a separação/detecção em uma única montagem analítica, são relativamente novas. A análise das substâncias voláteis tem sido geralmente feita através do acoplamento entre uma técnica de arraste dos analítos com o auxílio de um gás ("purge"), seu aprisionamento em um adsorvente ("trap") e posterior dessorção térmica com a introdução dos analítos dessorvidos diretamente em uma coluna cromatográfica. Esta técnica, geralmente denominada "purge-and-trap", permite que muitos poluentes orgânicos sejam detectados a nível de ppt (partes por trilhão). Para a análise de compostos semi-voláteis, a extração em fase sólida (SPE) é geralmente preferida em relação à extração líquido-líquido, uma vez que oferece vários benefícios tais como o uso de pequenas quantidades de amostra, não é muito trabalhosa, usa pequena quantidade de solvente orgânico, e permite um enriquecimento maior nos compostos de interesse. Para a elucidação da presença de certos poluentes a espectrometria de massas acoplada a técnicas cromatográficas tem sido amplamente utilizada. Na presente década, várias interfaces foram desenvolvidas visando a transferência "on-line" do solvente orgânico usado para dessolver o analíco de interesse de um cartucho de enriquecimento para o sistema de cromatografia gasosa, permitindo o acoplamento "on-line" SPE-CGC. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARRIONUEVO, WILMA REGINA; LANÇAS, FERNANDO MAURO. Extração em fase sólida (SPE) e micro extração em fase sólida (SPME) de piretróides em água. Química Nova, v. 24, n. 2, p. 172-175, mar.-abr. 2001.
PINTO, JAIR S. S.; CAPPELARO, ESMERALDO A.; LANÇAS, FERNANDO MAURO. Design and construction of an on-line SPE-SFE-CGC system. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 12, n. 2, p. 192-195, Mar.-Apr. 2001.
BARRIONUEVO, WILMA REGINA; LANÇAS, FERNANDO MAURO. Solid-Phase Microextraction of Pyrethroid Pesticides from Water at Low and Sub-ppt Levels at Different Temperatures. Journal of High Resolution Chromatography, v. 23, n. 7/8, p. 485-488, Aug. 2000.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.