Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinações multielementares e isotópicas em amostras de interesse agronômico e ambiental por espectrometria de massas com fonte de plasma induzido (ICP-MS)

Resumo

A implantação da técnica multielementar baseada na espectrometria de massas com fonte de Plasma Induzido (ICP-MS) permitirá a determinação de concentrações da ordem de ng/mL, inclusive determinações isotópicas em materiais de interesse agronômico e ambiental. Esta técnica apresenta-se como alternativa à absorção atômica com forno de grafite, com a vantagem de ser multielementar, apresentar espectro simples e sensibilidade similar para a maioria dos elementos. Desta forma, facilita a determinação de elementos-traço sem necessidade de efetuar procedimentos de pré-concentração. Aplicação desta técnica permite a análise completa dos materiais e interesse em estudos ambientais e agronômicos, entre outros. As pesquisas propostas pretendem estabelecer metodologia para determinação multielementar em diferentes amostras independentemente de problemas devidos a interferências poliatômicas. Para isto, devem ser avaliados os métodos de decomposição e ou preservação das amostras e efeitos devidos ao ajuste das condições de operação do equipamento. Para a superação de interferências serão pesquisados procedimentos automatizados (via análise por injeção em fluxo) para calibração, separação dos elementos de interesse nos diferentes materiais. Visando diminuir os efeitos de matriz em amostras das quais se dispõe de volume reduzido, será pesquisado o acoplamento do vaporizador e atomizador eletrotérmico. A possibilidade de especiação constitui outra perspectiva futura de pesquisas com ICP-MS. Os objetivos específicos do projeto correspondem a: a) avaliar a capacidade analítica do ICP-MS para determinação direta de elementos traço em amostras de interesse agronômico e ambiental. Entre os elementos de interesse temos Al, As, Ba, Cd, Cu, Co, Cr, Mo, Ni, Pb, Se e Zn geralmente considerados em estudos de toxidez ou essencialidade; b) caracterizar as interferências poliatômicas nas determinações multielementares em solubilizados de vegetais, extratos de solos e amostras de águas. Avaliar as interferncias devidas à composição da matriz da amostra, as espécies introduzidas nos procedimentos de solubilização e ao Gas carregagador; c) desenvolver sistemas de análise por injeção em fluxo (FIA/ICP-MS) que permitam efetuar procedimentos de separação On-Line para determinação de elementos que se encontram em concentrações muito baixas (<10 ng/mL); d) acoplamento de vaporizador eletrotérmico ao ICP-MS como sistema alternativo de introdução de amostras das quais se dispõe de volume reduzido. (AU)