Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo farmacológico e molecular de toxinas de escorpião com atividade relaxante sobre o corpo cavernoso

Processo: 00/10969-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de dezembro de 2001 - 30 de abril de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia
Pesquisador responsável:Gilberto de Nucci
Beneficiário:Gilberto de Nucci
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):02/00780-1 - Investigação sobre a importância da guanilato ciclase solúvel nas alterações histológicas cardíacas e renais decorrentes da inibição crônica da síntese de no em ratos e modulação das diferentes formas.., BP.PD
02/01911-2 - Estudo bioquímico e farmacológico de toxinas presentes em venenos de escorpião com atividade em corpo cavernoso, BP.PD
01/07570-0 - Caracterização farmacológica e bioquímica do fator produzido por eosinófilos com atividade inibitória sobre plaquetas humanas, BP.PD
Assunto(s):Óxido nítrico  Toxinas  Peptídeos  Venenos de origem animal  Escorpiões  Androctonus australis  Buthotus judaicus 

Resumo

O NO tem papel fundamental no relaxamento dos corpo cavernoso através da terminações nervosas NANC. Venenos de escorpiões exercem vários efeitos sobre tecidos excitáveis, inclusive induzindo a liberação do NO. 0 NO e outros vasodilatadores que atuam por liberação de NO (nitroglicerina, nitroprussiato de sódio, S-nitroso-acetilpenicilamina e linsidomina) estimulam a guanilato ciclase solúvel, levando ao aumento dos níveis de GMPc. 0 efeito relaxante da estimulação elétrica pode ser aumentado pela inibição seletiva da GMPc fosfodiesterase. Vários trabalhos recentes têm revelado a estrutura tridimensional e a importância de diversos resíduos de amino ácidos em várias toxinas de escorpião que afetam canais de Sódio. Em adição aos trabalhos com TSV, nosso grupo tem trabalhado com os venenos de Androctonus australis e Buthotus judaicus. A semelhança do TSV, estes venenos causam relaxamento dependente de NO do corpo cavernoso de coelhos (RbCC). 0 inibidor não seletivo da NO sintase L-NAME, mas não o enantiomero inativo D-NAME, reduz de forma significativa o relaxamento induzido pelo veneno. Recentemente, purificamos fracionamos veneno de T. serrulatus em 11 diferentes frações. A análise dos aminoácidos da extremidade amino terminal revelou 100% de homologia com a toxina IV-5. 0 antagonista do receptor de adrenalina do tipo ?1 atenelol, não inibiu o efeito relaxante induzido pela toxina IV-5... (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.