Busca avançada
Ano de início
Entree

Deteccao de gluten em alimentos consumidos por criancas com doencas celiaca.

Processo: 97/02572-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 1997 - 31 de maio de 1998
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Mauro Batista de Morais
Beneficiário:Mauro Batista de Morais
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doença celíaca  Dietoterapia 

Resumo

O tratamento da doença celíaca consiste na manutenção de dieta isenta de glúten durante toda a vida. Este tipo de dieta é difícil de ser respeitada plena e continuamente. No Brasil, em relação aos países europeus, as dificuldades são maiores pela falta de informações sobre o conteúdo de glúten em vários alimentos. Em casos de dúvida, certos alimentos são contra-indicados, tornando a dieta ainda mais restrita e penosa para os portadores da doença celíaca. Este fato é confirmado pela experiência acumulada em nossa Instituição, na orientação dietética de portadores da doença celíaca realizada por médicos e nutricionistas. Uma das formas de minimizar este problema, é a análise dos alimentos suspeitos quanto ao conteúdo de glúten. Em nosso conhecimento, nenhum laboratório brasileiro analisa de rotina glúten nos alimentos, dificultando, inclusive, o cumprimento da Lei Federal número 8543 que dispõe sobre a impressão da advertência "contém glúten" nos rótulos e embalagens de alimentos industrializados. Por este motivo, foi planejado o presente estudo com o objetivo de determinar o conteúdo de glúten em alimentos consumidos em nosso país. Para tal, serão utilizados os métodos imunoquímicos de enzimaimunoensaio e Western blot. Serão analisados alimentos processados pelas famílias dos portadores da doença celíaca e amostras de alimentos industrializados obtidas no comércio. Os resultados a serem obtidos constituirão importantes subsídios para a orientação dietética e o acompanhamento clínico dos portadores da doença celíaca. Estas informações serão divulgadas, também, diretamente para os portadores da doença celíaca, através da Associação dos Celíacos do Brasil que conta com assessoria técnico-científica de nossa Instituição. Para finalizar, a dieta isenta de glúten é fundamental para os portadores da doença celíaca não somente para que se consiga o desaparecimento da sintomatologia e crescimento pleno, mas também, pelas evidências indicativas de que pacientes com doença celíaca que não obedecem ao tratamento dietético, voluntariamente ou involuntariamente, apresentam maior risco de desenvolver câncer no tubo digestivo durante a idade adulta. (AU)