Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos epidemiologicos, imunologicos e moleculares em areas de transmissao exclusiva de plasmodium vivax.

Resumo

A malária é a mais prevalente e devastadora doença parasitária com mais de 200 milhões de casos por ano causados por Plasmodium falciparum e 40 milhões de casos devido ao P. vivax. No Brasil, o número de casos de malária causada por P. vivax representa mais da metade do número de casos. Dada a prevalência da malária causada por P. vivax em muitas áreas do mundo, vários grupos têm feito um esforço para caracterizar, ao nível molecular, antígenos expressos por formas sangüíneas de P. vivax. 0 número de antígenos clonados e seqüenciados até o momento é restrito. Entretanto, foi aberta a possibilidade de se conduzirem estudos sobre a imunidade adquirida por indivíduos que entraram em contato com o parasita, imunizações ativas em modelos experimentais, assim como estudos sobre o polimorfismo das regiões antigênicas destas proteínas. Devido à escassez de informações na área de imunidade e polimorfismo antigênico em P. vivax serão os objetivos deste projeto: i) Caracterização epidemiológica de áreas de transmissão exclusiva de malária causada por P. vivax; ii) Avaliação da resposta imune a proteínas recombinantes da forma merozoito de P. vivax mediada por linfócitos T e B de indivíduos expostos a malária com especial ênfase na porção C-terminal da MSP1; iii) Determinação do polimorfismo da seqüência de nucleotídeos que codificam para regiões particularmente antigênicas destas proteínas. (AU)