Busca avançada
Ano de início
Entree

Anomalias cromossomicas de embrioes bovinos produzidos in vivo e in vitro.

Resumo

O presente trabalho objetiva avaliar a freqüência das alterações cromossômicas de embriões bovinos no início do desenvolvimento (7 a 8 dias) oriundos de maturação, fecundação e cultura in vitro (FIV) e produzidas in vivo (PIV). Adicionalmente, será estabelecida a influência de pais portadores de anomalias cromossômicas nos embriões. A utilidade prática do trabalho consiste no uso mais racional de receptoras, devido ao descarte dos embriões identificados com alterações cromossômicas, conhecidas por provocar maior incidência de abortos e/ou indivíduos com características fenotípicas alteradas. O trabalho terá duração de dois anos e será desenvolvido por pesquisadores da Seção de Reprodução e Inseminação Artificial do Instituto de Zootecnia – Nova Odessa – SP. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)