Busca avançada
Ano de início
Entree

Nova metodologia para o diagnóstico precoce do câncer diferenciado de tiróide baseado em resultados de avaliação ultra-sonográfica e citológica

Processo: 97/07713-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 1997 - 28 de fevereiro de 2001
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Rosalinda Yossie Asato de Camargo
Beneficiário:Rosalinda Yossie Asato de Camargo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinologia  Neoplasias da glândula tireoide  Nódulo da glândula tireoide  Citologia 

Resumo

O diagnóstico de eventual presença de câncer diferenciado de tireóide em nódulo tireóideo apresenta, no momento, dificuldades no sentido de serem atingidos graus de sensibilidade e especificidade, especificidade e acurácia que permitam ao clínico decidir, com razoável precisão, quais os pacientes que deverão ser encaminhados à cirurgia. No sentido de tentar aprimorar os procedimentos diagnósticos, visamos, neste projeto, utilizar em ambulatório, o exame das imagens obtidas pela ultra-sonografia da tireóide, classificando-as em cinco graus (I a V) correspondentes, progressivamente, à maior probabilidade de se estar face a lesão maligna nodular. Por outra vertente, propõe-se realizar em todos os pacientes, a punção biópsia do nódulo, guiada por ultra-sonografia, seguindo-se a análise citológica do aspirado. O resultado do exame citológico será classificado em quatro graus (I a IV), correspondentes, progressivamente, à maior probabilidade de malignidade no achado citológico. Utilizando-se ambas classificações, surgirá um novo índice (combinado), que indicaria a lesão nodular benigna (índice 2-3), duvidosa (4-5), suspeita para malignidade (6-7) e lesão nodular maligna (8-9). Em estudo preliminar, 43 pacientes com índices 6 a 7 (n = 21) e 8-9 (n = 22), foram submetidos a cirurgia do nódulo. Em 32 (74,4%) destes pacientes confirmou-se o diagnóstico de câncer de tireóide. Por outro lado, em nenhum dos 12 pacientes com índice inferior a 6, o diagnóstico final patológico foi de câncer de tireóide. O presente projeto visa ampliar, consideravelmente, a casuística para cerca de 500 pacientes, os quais serão analisados e operados, em 24 meses. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
EDUARDO K. TOMIMORI; HELIO BISI; GERALDO MEDEIROS-NETO; ROSALINDA Y.A. DE CAMARGO. Ultrasonographic evaluation of thyroid nodules: comparison with cytologic and histologic diagnosis. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, v. 48, n. 1, p. 105-113, Fev. 2004.
TOMIMORI‚ E.K.; CAMARGO‚ R.Y.A.; BISI‚ H.; MEDEIROS-NETO‚ G. Combined ultrasonographic and cytological studies in the diagnosis of thyroid nodules. Biochimie, v. 81, n. 5, p. 447-452, 1999.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.