Busca avançada
Ano de início
Entree

Terras raras suportadas em superficies oxidas obtidas atraves do processo sol-gel.

Processo: 97/12791-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 1998 - 29 de fevereiro de 2000
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Eduardo José Nassar
Beneficiário:Eduardo José Nassar
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Processo sol-gel  Terras raras  Luminescência 

Resumo

O processo sol-gel vem chamando a atenção de inúmeros pesquisadores no Brasil e no mundo, nessas últimas duas décadas tem crescido consideravelmente o número de trabalhos publicados. O grande número de aplicações do processo fez com fossem organizados eventos específicos. Esse trabalho será desenvolvido com o intuito de se obter através das técnicas "sol-gel" novos materiais híbridos estáveis e altamente luminescentes que possam ter aplicações tecnológicas. Inicialmente deveremos preparar óxidos de silício e titânio na presença dos íons de terras raras (Eu3+ e Tb3+), esses íons terão sua primeira esfera de coordenação completada com ligantes como beta-dicetonas e ligantes nitrogenados. Outra parte desse trabalho será a preparação de materiais híbridos (orgânico-inorgânico), onde moléculas de silano bi ou trifuncionais seriam incorporadas na estrutura dos polímeros inorgânicos de silício e titânio. Assim obteríamos óxidos funcionalizados. As moléculas de silano podem conter diferentes grupos funcionais em uma de suas extremidades, as quais acomodariam os íons e complexos de terras raras. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)