Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação de fenômenos astrofísicos de altas energias

Resumo

Presentemente, o grupo de Astrofísica de Altas Energias do IAG-USP vem desenvolvendo vários projetos dentro de um contexto multidisciplinar envolvendo o estudo de fenômenos astrofísicos de plasma e altas energias, com particular ênfase às investigações de: 1) origem, propagação e aceleração de raios cósmicos ultra-energéticos (> 1019 eV) (e.g., Medina Tanco, Gouveia Dal Pino e Horvath 1997, 1998 a, b) Medina Tanco 1998a, b); 2) estrutura, evolução e formação de jatos astrofisicos e fenomenologia associada (e.g., Gouveia Dal Pino e Benz 1993, 1994; Viegas e Gouveia Dal Pino 1992- Gouveia Dal Pino e Opher 1989, 1993- Chernin, Masson, Gouveia Dal Pino e Benz 1994; Gouveia Dai Pino 1995; Gouveia Dal Pino, Birkinshaw e Benz 1996; Gouveia Dal Pino e Birkinshaw 1996; Gouveia Dal Pino e Cerqueira 1996; Cerqueira, Gouveia Dal Pino e Herant 1997; Cerqueira e Gouveia Dal Pino 1998); 3) a estrutura fractal do Universo, com base nas medidas de flutuações na radiação cósmica de fundo obtidas pelo experimento COBE (e.g., Gouveia Dal Pino et al. 1995; 1998); 4) a investigação de objetos compactos em nossa Galáxia, com particular enfoque na produção de buracos negros, MACHOS, supernovas de tipo Ia e dinâmica interna de pulsares (e.g., Custódio e Horvath 1997; Horvath 1997; Benvenuto, Horvath e Vucetich 1992; Allen e Horvath 1997- Horvath e Allen 1997; Benvenuto e Horvath 1989; Gouveia Dal Pino, Horvath e de Freitas Pacheco 1996); e 5) O estudo da matéria escura através de observações de microlensing (Medina Tanco et al. 1998).Os tópicos acima descritos constituem temas de fronteira na área de astrofísica de plasmas e altas energias e vêm sendo investigados numa abordagem unificadora. O estudo de questões como a estrutura em grande escala do Universo e a formação e distribuição de objetos compactos (buracos negros, estrelas de nêutrons, supernovas, núcleos ativos de galáxias, etc.) e suas assinaturas observacionais no meio ambiente jatos, partículas ultra-energéticas, microletising, etc.) deverá fornecer respostas para uma maior compreensão da fenomenologia do Cosmos. Para a execução das várias propostas, uma série de códigos numéricos vêm sendo desenvolvidos, quer para a realização de simulações numéricas hidro e magneto-hidrodinâmicas (itens I, 2, e 4), quer para o tratamento de imagens e análise estatástica de dados (itens I, 3 e 5)... (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DAL PINO‚ E.M.G.; LAZARIAN‚ A. Production of the large scale superluminal ejections of the microquasar GRS 1915+ 105 by violent magnetic reconnection. Astronomy & Astrophysics, v. 441, n. 3, p. 845-853, 2005.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.