Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos ecocardiograficos da romifidina em equinos.

Resumo

O sistema cardiovascular é um dos mais difíceis de ser avaliado e a maioria dos métodos utilizados no diagnóstico de suas alterações são invasivos, devendo ser realizados por pessoas especializadas. Com o presente estudo pretende-se avaliar o sistema cardiovascular de eqüinos adultos sob o efeito da romifidina, através da ecocardiografia, determinando-se as variações dimensionais e os índices relativos às funções ventricular esquerda. Os animais, considerados hígidos, serão submetidos a três diferentes tratamentos. No Grupo I, controle, será administrado intravenosamente placebo. No Grupo II e III os tratamentos constituirão da aplicação intravenosa de romifidina nas doses de 60 e 100 μg/Kg de peso vivo corpóreo, respectivamente. O intervalo entre cada tratamento será de no mínimo 15 dias, permitindo assim o pronto restabelecimento dos animais. As medidas, obtidas através da ecocardiografia em Modo-M, tomadas a cada quinze minutos, num tempo máximo de sessenta minutos, serão avaliadas estatisticamente. Os índices das funções ventriculares esquerda - Fração de Ejeção e o Encurtamento Funcional - servirão para avaliar a taxa e o débito cardíaco, o que traria benefícios clínicos e profiláticos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio: