Busca avançada
Ano de início
Entree

Padronizacao de metodos de analise genomica baseada em pcr para caracterizacao de cepas hospitalares de pseudomonas aeruginosa

Processo: 98/14732-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 1999 - 30 de abril de 2001
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Carlos Eduardo Bacchi
Beneficiário:Carlos Eduardo Bacchi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):00/01696-9 - Detecção da proteína quimérica p80npm/alk produto de translocação (2;5)(p23;q35) e sua correlação com bcl-6, proteína p53 e EBV em linfomas de Hodgkin e não-Hodgkin ocorrendo em pacientes pediátricos, BP.TT
Assunto(s):Infecção hospitalar  Pseudomonas aeruginosa 

Resumo

Infecções por Pseudômonas aeruginosa emergiram como importante causa de morbidade e mortalidade em pacientes hospitalizados nas últimas décadas. Dados do NNISS (National Nosocomial Surveillance System, USA) apontam essa bactéria como o 4° agente mais implicado em infecção hospitalar (IH) em hospitais norte-americanos entre 1986 e 1997, e o principal causador de pneumonia nosocomial nesse período. No Hospital da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB-UNESP), P. aeruginosa foi o agente mais isolado em IH no ano de 1997, ocorrendo em 18.8% dos espécimes de cultura. Em circunstâncias como essa, torna-se importante a aplicação de métodos de tipagem de clones bacterianos (fingerprinting), para elucidação da epidemiologia e controle de surtos. Um método ideal se caracteriza por tipabilidade (capacidade de prover um resultado inequívoco para cada isolado), poder discriminatório. estabilidade (capacidade de prover o mesmo resultado ao longo do tempo), facilidade de uso e interpretação. Métodos baseados no estudo do genoma (fragmentação com enzimas de restrição - RFLP - ou amplificação por Reação em Cadeia de Polimerase - PCR) mostram maior tipabilidade e estabilidade que aqueles restritos à comparação do fenótipo expresso (sorotipagem, análise do perfil de suscetibilidade a antimicrobianos). Nosso projeto tem por objetivo padronizar métodos baseados em PCR para aplicação em estudos de epidemiologia hospitalar. Para tanto, selecionaremos as amostras de P. aeruginosa provenientes do Hospital da Faculdade de Medicina de Botucatu em um período de três meses (setembro a novembro de 1998). Essas amostras terão seu DNA isolado e analisado por três métodos: Ribotipagem por PCR, AP-PCR e ERIC-PCR. Os resultados serão cotejados com análise epidemiológica, procurando estabelecer nexos de tempo e espaço. Tipabilidade, estabilidade e poder discriminatório serão estudados pela aplicação dos métodos a amostras de procedência conhecida e a repiques sucessivos de um mesmo isolado. Pretendemos, assim, fornecer aos epidemiologistas hospitalares uma importante ferramenta para a investigação de surtos. (AU)