Busca avançada
Ano de início
Entree

Materiais magnéticos

Processo: 97/04877-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de outubro de 1997 - 30 de setembro de 2000
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Frank Patrick Missell
Beneficiário:Frank Patrick Missell
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):99/10208-9 - 1) magnetic properties and underlayer thickness in of smco/cr films. 2) Preisach analysis of reversible magnetization in smco/fe films 3) annealing dependence of GMR in cufeni alloys, AR.EXT
99/10209-5 - Structural and magnetic properties of exchange-coupled PrFeB alloys, AR.EXT
98/10546-9 - High nitrogen Stainless Steel produced by powder metallurgy, AR.EXT
Bolsa(s) vinculada(s):98/03552-2 - Desenvolvimento de pós de ferrites de bário para produção de ímãs aglomerados, BP.PD
98/00757-2 - Análise Preisach de acoplamento em bicamadas fe/smco5, BP.PD
96/02665-2 - Filmes finos de alta coercividade, BP.PD
Assunto(s):Magnetismo  Materiais magnéticos  Aço elétrico 

Resumo

Propomos o estudo de diferentes tipos de materiais magnéticos, mas principalmente materiais magneticamente duros envolvendo ligas de terra rara-metal de transição. Em ímãs bem caracterizadas de SmCo5, pretendemos determinar se o campo de anisotropia é afetado por alterações na composição da matriz provocadas por tratamentos térmicos. Para saber as propriedades intrísecas de Nd2Fe14B são influenciadas pelo tamanho de grão do material, precisamos determinar se este composto é estequiométrico ou não. Em ligas nanocristalinas de SmFeCo e PrFeB, pretendemos estudar o problema de separar a magnetização reversível da irreversível e as consequências para a determinação da viscosidade magnética. Faremos uma caracterização magnética de ímãs híbridos, compostos de pós de ferrite e MQP-Q, aglomerados com uma resina, para entender melhor as interações de grãos. Faremos filme finos de SmCo, NdFeB, e SmFeCo para estudar interações entre grãos usando técnicas desenvolvidas para ímãs. No estudo das interações temos duas ferramentas poderosas a nossa disposição: o modelo de Preisach e simulações micromagnéticas usando um algorítmo Metropolis-Monte Carlo. Pretendemos implantar a microscopia de força magnética (MFM) e usar essa técnica no estudo de ímãs híbridos e aços elétricos. Estudos de magnetoresistência gigante (GMR) em ligas de Cu-Co, Cu-Fe-Ni, e Au-Co podem beneficiar-se da nossa experiência com Henkel plots. Finalmente, pretendemos estudar perdas e permeabilidade em aços elétricos e relacionar essas grandezas com a microestrutura. Em resumo, todos os subprojetos mencionados aqui envolvem o estudo teórico e/ou experimental de entidades magnéticas interagentes. A experiência acumulada durante os últimos anos no trato desse tipo de problema significa que temos a possibilidade de fazer contribuições relevantes em várias áreas de magnetismo. (AU)