Busca avançada
Ano de início
Entree

Imuno-epidemiologia de doenças infecciosas: métodos quantitativos considerando aspectos clínicos, terapêuticos e profiláticos

Resumo

A imuno-epidemiologia quantitativa atual está na interface entre duas escalas de fenômenos biologicamente distintos (um no nível molecular e celular, outro no nível populacional) que, todavia, apresentam semelhanças notáveis quando abordados sob o ponto de vista matemático. O acoplamento destas duas abordagens é um caminho promissor para uma melhor compreensão da imunologia e, particularmente, da epidemiologia de doenças infecciosas. Este campo de pesquisa, devido aos últimos avanços, está, certamente, maduro para um tratamento matemático e a perspectiva de suas aplicações práticas no que se refere à saúde pública no Brasil é certo e de importância óbvia. A imuno-epidemiologia quantitativa das doenças infecciosas envolve, pela sua característica, multidisciplinaridade, cujo fim principal é estudar formas de controle destas doenças. Para que se tenha uma aplicação racional e eficaz dos mecanismos de controle e, também, de minimizar efeitos indesejáveis de qualquer quimioterapia (seja nos indivíduos seja nos vetores), é importante prever com razoável acurácia os possíveis cenários oriundos da introdução de mecanismos de controle. A modelagem matemática, quando fundamentada racional e biologicamente, permite descrever quantitativamente o fenômeno biológico e, portanto, torna-se um potente aliado para oferecer subsídios que determinem os melhores modos profiláticos e terapêuticos. Concomitantemente aborda-se outros ramos da fisiologia, tais como modelagem matemática em neurociência, fenômenos biológicos de transporte e fármaco-dinâmica. Também, são feitos estudos quantitativos em agro-pecuária. Este projeto aborda métodos quantitativos aplicados em Epidemiologia e Fisiologia (humanos e animais). Para este fim, agrega pesquisadores de diversas Instituições, do Estado de São Paulo e fora dele, assim como de outros países da América Latina. Uma conseqüência esperada deste projeto é a criação de Centro de Bio-matemática, em que pesquisadores de diversas áreas possam se encontrar, seja fisicamente, seja virtualmente, e desenvolver outros centros com mesmos objetivos. Este objetivo, um plano antigo, vem alinhar-se com a atual tendência mundial em criar centros ou departamentos multi-disciplinares que estudam fenômenos biológicos sob o ponto de vista matemático. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
THOME, ROBERTO C. A.; YANG, HYUN MO; ESTEVA, LOURDES. Optimal control of Aedes aegypti mosquitoes by the sterile insect technique and insecticide. MATHEMATICAL BIOSCIENCES, v. 223, n. 1, p. 12-23, JAN 2010. Citações Web of Science: 48.
FERREIRA, CLAUDIA PIO; YANG, HYUN MO; ESTEVA, LOURDES. ASSESSING THE SUITABILITY OF STERILE INSECT TECHNIQUE APPLIED TO AEDES AEGYPTI. JOURNAL OF BIOLOGICAL SYSTEMS, v. 16, n. 4, p. 565-577, DEC 2008. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.