Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisa em psicoterapia psicanalítica: aplicação clínica no atendimento de pacientes previdenciários e ensino em programas de residência em psiquiatria e especialização em psicologia da saúde

Resumo

O projeto sobre pesquisa em psicoterapia psicanalítica visa: 1) o atendimento de pacientes previdenciários provenientes do Hospital São Paulo da UNIFESP/EPM, e 2) o ensino de psicoterapia para residentes de psiquiatria e psicólogos em especialização em saúde mental. A proposta principal é avaliar a possibilidade da aplicação e do ensino da psicanálise em instituição pública de saúde. É constituído por três estudos clínicos: 1) estudo psicoterápico e psicanalítico de pacientes com diagnóstico de transtorno da personalidade (DSM-N) visando: a) a investigação do processo psicanalítico, e b) a avaliação das mudanças da personalidade de pacientes previdenciários em psicoterapia psicanalítica tendo em vista a eficiência do tratamento. Assim, oito pacientes serão atendidos por um psicanalista duas ou três vezes na semana por um período de três anos. Todas as sessões psicoterápicas serão anotadas pelos terapeutas e discutidas em uma reunião semanal entre os oito terapeutas. Essas reuniões de equipe serão gravadas e transcritas posteriormente; 2) estudo psicoterápico e psicanalítico de pacientes com transtorno doloroso (DSM-N) visando: a) a investigação do processo psicanalítico, e b) a avaliação das mudanças da personalidade de pacientes previdenciários em psicoterapia psicanalítica tendo em vista a eficiência do tratamento. Assim, quatro pacientes com diagnóstico de algia pélvica (CID 10) e quatro pacientes com fibromialgia (CID 10) serão atendidos em psicoterapia duas vezes na semana por um período de três anos. Todas as sessões psicoterápicas serão anotadas pelos terapeutas e discutidas em uma reunião semanal entre os oito terapeutas. Essas reuniões de equipe serão gravadas e transcritas posteriormente; 3) o ensino de psicoterapia psicanalítica para residentes em psiquiatria e psicólogos especializando em saúde mental visando: a) avaliar em que medida os profissionais são capazes de aprender e compreender o mundo interno e a realidade psíquica do paciente; b) observar como esses profissionais aprendem e apreendem esses conceitos e como trabalham com eles durante os três anos de seu processo de treinamento; c) avaliar as mudanças de personalidade dos pacientes tendo em vista a eficiência do tratamento. Cada profissional irá atender pelo menos um paciente em psicoterapia individual uma ou duas vezes na semana por um período de três anos. As sessões psicoterápicas serão escritas e discutidas em um encontro semanal com um supervisor. Serão no total seis grupos de quatro ou cinco residentes e psicólogos em supervisão com um professor, que fará uma avaliação anual do desempenho desses profissionais. Cada psicoterapeuta preencherá anualmente um questionário de auto-avaliação durante os três anos de seu treinamento... (AU)