Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação entre a comunidade fito e bacterioplanctônica na região estuarino-lagunar de Cananéia e suas implicações no ciclo biogeoquímico da matéria orgânica

Processo: 00/07162-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2001 - 28 de fevereiro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Pesquisador responsável:Sônia Maria Flores Gianesella
Beneficiário:Sônia Maria Flores Gianesella
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fitoplâncton  Estuários 

Resumo

A importância dos sistemas estuarinos dentro da ecologia marinha está baseada na sua natureza de fronteira entre o meio terrestre e marinho. Nestes ecossistemas é interessante o estudo das implicações tanto da comunidade fitoplanctônica como bacterioplanctônica dentro do ciclo biogeoquímico da matéria orgânica, dado que se encontram na base da rede alimentar nos sistemas aquáticos. Os estuários e os manguezais associados são utilizados por muitas espécies de peixes e outros organismos marinhos como áreas de reprodução e alimentação. Assim, a análise das flutuações temporais e espaciais das comunidades que estão na base da produção e regeneração da matéria orgânica é de fundamental importância para a elaboração de um modelo conceitual destes sistemas. Atualmente a matéria orgânica exsudada pelo fitoplâncton tem sido o foco de atenção de vários pesquisadores. Classicamente, pensava-se que esta era liberada como matéria dissolvida, com a conseqüente intervenção das bactérias no retorno desta matéria orgânica dissolvida à rede alimentar. Entretanto, recentemente foi descoberta a importância ecológica das denominadas "Partículas Exopoliméricas Transparentes" (TEP), que são exsudados formados pela agregação de polissacáridos dissolvidos de origem fitoplanctônica e bacteriana (Passow et al., 1994). Estas partículas poderiam significar uma via alternativa à bacteriana no retorno da matéria orgânica exsudada pelo fltoplâncton à rede alimentar. Estudos desta natureza estão limitados a regiões oceânicas ou costeiras na Europa e América do Norte, não existindo na bibliografia estudos em regiões estuarinas nem subtropicais. Portanto, é sumamente interessante realizar estudos que possam abrir novos enfoques para o análise das relações tróficas em regiões estuarinas. O sistema estuário-lagunar (SEL) de Cananeia oferece a oportunidade de estudar um ecossistema estuarino subtropical bem conservado. Nos últimos anos tem aumentado a preocupação pela modificação dos sistemas naturais por parte do homem, assim, é necessário fomentar estudos que destaquem a importância destes sistemas litorâneos do ponto de vista da ecologia e do ponto de vista econômico, como lugar de refúgio, alimentação e reprodução de espécies que podem ter interesse econômico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARRERA-ALBA‚ J.J.; GIANESELLA‚ S.M.F.; MOSER‚ G.A.O.; SALDANHA-CORRÊA‚ F.M.P. Bacterial and phytoplankton dynamics in a sub-tropical estuary. Hydrobiologia, v. 598, n. 1, p. 229-246, 2008.
BARRERA-ALBA, J. J.; GIANESELLA, S. M. F.; SALDANHA-CORREA, F. M. P.; MOSER, G. A. O. Influence of an Artificial Channel in a Well-Preserved Sub-Tropical Estuary. Journal of Coastal Research, n. 50, p. 1137-1141, 2007. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.