Busca avançada
Ano de início
Entree

Variabilidade da absorção espectral da luz pelo fitoplâncton e pela matéria orgânica dissolvida na plataforma Oeste do Brasil

Processo: 01/00125-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2001 - 30 de setembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia
Pesquisador responsável:Salvador Airton Gaeta
Beneficiário:Salvador Airton Gaeta
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fitoplâncton  Matéria orgânica  Absorção da luz  Plataforma continental 

Resumo

Esse projeto de auxílio à pesquisa estará ligado ao projeto DEPROAS (Dinâmica do Ecossistema de Plataforma da Região Oeste do Atlântico Sul, financiamento CNPq- PRONEX). Um dos objetivos do DEPROAS é estudar o impacto biológico da penetração sazonal da Água Central do Atlântico Sul (ACAS) na plataforma continental delimitada entre o Cabo de São Tome e a Ilha de São Sebastião. A dinâmica desta massa de água na plataforma afetará tanto a produção primária como a transferência desta para os outros níveis tróficos. Para que possamos ter uma visão regional da distribuição do fitoplâncton e da produção primária através de imagens de satélite, é necessário conhecer a absorção espectral de luz pelos componentes ópticos do oceano, isso, são as moléculas de água, as partículas (incluindo o fitoplâncton) e o material colorida dissolvida. A absorção da luz pelo fitoplâncton é uma função dos pigmentos intracelulares, e varia com a composição específica e com estado fisiológico da comunidade, os quais por sua vez, dependem das condições locais de luz e nutrientes. A absorção da luz pelos sedimentos e matéria orgânica dissolvida varia com os aportes continentais, fluxos de água de fundo, e a combinação entre o tempo de residência das massas de água na superfície e a radiação incidente. Já que a ACAS é uma massa de água de profundidade e rica em nutrientes, sua presença ou ausência nas camadas superficiais (mistura e eufótica) da plataforma continental induzirá alterações marcantes na absorção de luz pelo fitoplâncton e pela matéria orgânica dissolvida. (AU)