Busca avançada
Ano de início
Entree

Plantas antimalaricas da calha do rio solimoes e regiao de manaus.

Processo: 01/01091-2
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2001 - 30 de setembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Etnofarmacologia
Pesquisador responsável:Lin Chau Ming
Beneficiário:Lin Chau Ming
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Malária  Plantas medicinais 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Anopheles Spp | Malaria | Plantas Medicinais | Plasmodium Spp

Resumo

A malária é atualmente um dos mais graves problemas de saúde pública no Brasil, principalmente na Região Norte, onde mais de 90% dos casos ocorrem. No Estado do Amazonas foram registrados 167.000 casos em 1999. Todo mês são feitos cerca de 6000 exames na Hospital Tropical do Amazonas, com média de 1200 casos positivos para a doença. No Estado do Amazonas não foi feito nenhum trabalho de etnobotânica específico para a busca de produtos vegetais usados popularmente para tratar a malária, embora a população local conheça e utilize uma ampla variedade de plantas para esta finalidade. O trabalho deverá ser desenvolvido em sete municípios do Estado do Amazonas, ao longo da calha do rio Solimões e municípios próximos de Manaus, onde ocorre a maioria dos casos da doença. O trabalho de campo será direcionado para a identificação das plantas, sua indicação, parte usada, forma de preparo e uso e o manejo feito pelo informante na obtenção do material vegetal. Serão feitas coletas de material botânico para identificação. Será firmado compromisso com o informante acerca da divulgação e uso das informações. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)