Busca avançada
Ano de início
Entree

Ser mãe na adolescência: uma reflexão sobre o cuidado do recém nascido

Processo: 01/01908-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2002 - 31 de março de 2003
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Ana Maria Segall Corrêa
Beneficiário:Ana Maria Segall Corrêa
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde materno-infantil  Gravidez na adolescência  Aleitamento materno  Adolescência  Saúde do adolescente 

Resumo

A gravidez na adolescência vem nas últimas décadas tornado-se um problema de Saúde Pública, tanto pelo aumento da fertilidade nesta faixa de idade quanto pela observada inadequação da assistência prestada na gestação, no parto, à mãe e à criança em períodos posteriores. Busca-se neste trabalho investigar o impacto da maternidade juntamente com as condições que a cercam no cuidado dispensado à criança, tomando a duração e a qualidade do aleitamento materno como um indicador. Levando em consideração que o aleitamento materno tem sido um dos maiores aliados para a redução dos coeficientes de mortalidade infantil, como o pai do bebê, a família e a escola, trabalho e unidades de saúde vêm se comportando diante este binômio mãe-bebê? Assim, o objetivo central do trabalho é analisar a estrutura de apoio familiar, social (escola, trabalho) e de saúde à mãe adolescente (13 a 19 anos) para realizar o cuidado em geral do recém nascido e em particular a prática do aleitamento materno exclusivo, avaliando o impacto das ações de saúde nas condições da gestação, parto e puerpério, assim como de outras variáveis maternas antecedentes. A amostra de mães adolescentes será identificada através das declarações de nascidos vivos durante um período de seis meses ao final do qual serão feitas as entrevistas também por seis meses, começando pelas crianças que nasceram no primeiro mês. Pretende-se também verificar através de relatos da adolescente a existência de trabalhos sobre promoção e incentivo aleitamento materno. Os resultados deste trabalho terão ampla divulgação incluindo o Centro de Referência e Atenção Integral à Saúde do Adolescente (CRAISA) e ao Centro de Extensão aos Trabalhadores da Área de Saúde (CETS), ambos pertencentes à Secretaria Municipal de Saúde do Município de Campinas além da produção acadêmica pertinente. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.