Busca avançada
Ano de início
Entree

Problemas correntes sobre cristalização de vidros

Processo: 99/00871-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de setembro de 1999 - 31 de outubro de 2004
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Edgar Dutra Zanotto
Beneficiário:Edgar Dutra Zanotto
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):03/03575-2 - Vladimir mikhailovich fokin | Russian Academy of Sciencies - Rússia, AV.EXT
01/03167-6 - Vladimir Fokin | Institute of Silicate Chemistry of Russian - Rússia, AV.EXT
00/11078-0 - Issak Avramov | Institute of Physical Chemistry - Bulgária, AV.EXT
Bolsa(s) vinculada(s):00/08241-7 - Competição entre sinterização e cristalização em vidros silicatos particulados, BP.PD
96/12484-5 - Vitro-cerâmicas semelhantes ao mármore e ao granito a partir de escórias siderúrgicas, BP.PD
Assunto(s):Materiais cerâmicos  Vidro  Silicatos  Cristalização  Crescimento de cristais 

Resumo

O objetivo geral desta pesquisa é estudar detalhadamente e contribuir para a solução de diversos problemas relevantes, correntes na literatura internacional, sobre os mecanismos e a cinética de nucleação e crescimento de cristais em vidros. Portanto, a cristalização é o tema focalizado. Os objetivos principais, específicos, desta proposta são: 1. estudar teórica e experimentalmente a competição entre a sinterização e a cristalização simultânea de vidros particulados e definir as condições que favorecem um ou outro fenômeno; 2. examinar a possível nucleação de fases metaestáveis nos estágios iniciais de cristalização em vidros silicatos e, caso alguma seja encontrada, determinar as condições favoráveis e as variáveis importantes(história térmica, impurezas, etc.) para que esse fenômeno ocorra; 3. determinar a possível dependência da energia interfacial núcleo-líquido com o tamanho dos núcleos e com a temperatura, assim como a sua influência na cinética de nucleação de cristais; 4. estudar fenômenos correlatos, tais como: possíveis relações entre a temperatura de máxima nucleação, Tmax, a magnitude do máximo, Imax, e a temperatura de transição vítrea, o efeito de água (OH-) na cristalização, etc. Os três objetivos específicos referem-se a problemas relevantes (conforme detalharemos a seguir), que podem e devem levar a descobertas originais. A integração entre eles é assegurada pelo foco do trabalho (cristalização) e pelo fato que silicatos vítreos similares serão estudados, visando solucionar os três problemas. Entretanto, não gostaríamos de esgotar esta proposta apenas com aqueles três subprojetos, mas de ter liberdade para também pesquisar assuntos correlatos, com uma certa dinâmica (que dependerá do surgimento de novas idéias e da disponibilidade de bolsistas e visitantes), por isso incluímos um quarto objetivo. O tema cristalização é mantido em todos. Portanto, há perfeita coerência de objetivos, das teorias relevantes, das técnicas experimentais e dos materiais a serem utilizados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Fragilidade superada 
Fragilidade superada 
A beleza das vitrocerâmicas