Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do comportamento de leitões em diferentes sistemas de aquecimento, por meio da identificação eletrônica

Processo: 01/03456-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2001 - 30 de novembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Construções Rurais e Ambiência
Pesquisador responsável:Daniella Jorge de Moura
Beneficiário:Daniella Jorge de Moura
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Construções rurais  Bem-estar do animal  Suinocultura  Conforto térmico 

Resumo

Um dos grandes desafios da suinocultura moderna está relacionado à exploração do máximo potencial genético do animal, tanto no aspecto produtivo quanto no reprodutivo. Durante muitos anos a busca da máxima eficiência na produção animal esteve voltada para o atendimento das necessidades de manejo, sanidade, genética e nutrição. Mas atualmente, os avanços obtidos nestas áreas têm sido limitados pelos fatores ambientais, principalmente pelo ambiente térmico na qual os animais são submetidos. Na maternidade há dois ambientes distintos a serem avaliados, um para as porcas lactantes e o outro para os leitões (Oliveira et. al., 1993). Este é um grande problema do produtor de suínos, pois, em um pequeno espaço físico, ele é obrigado a proporcionar dois microambientes diferentes, e caso isso não ocorra os desempenhos, tanto das porcas quanto dos leitões não serão satisfatórios (Perdomo, et al., 1985). A pesquisa terá como objetivo geral a avaliação do comportamento de leitões em diferentes sistemas de aquecimento em abrigos escamoteadores, com auxílio da identificação eletrônica dos animais. E como objetivos específicos: 1) Avaliar a freqüência de uso dos abrigos escamoteadores em função das condições do microclima interno proporcionado pelos diferentes sistemas de aquecimento e das condições externas das instalações. 2) Avaliar a distribuição dos animais dentro do abrigo escamoteador em função dos sistemas de aquecimento adotado, utilizando a identificação eletrônica. 3) Realizar a avaliação econômica do consumo de energia elétrica dos diferentes sistemas de aquecimento. (AU)