Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinacao de proteinas de soja e prolaminas em alimentos utilizando o metodo de elisa.

Processo: 01/03499-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2001 - 30 de junho de 2005
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Odair Zenebon
Beneficiário:Odair Zenebon
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Prolaminas  Proteínas de soja 

Resumo

Um alimento que não se apresente de acordo com as especificações de seu rótulo é considerado adulterado de forma intencional. Proteínas provenientes da soja e do glúten do trigo (prolaminas), devido ao seu baixo custo e às suas características físico-químicas, têm sido adicionadas a alimentos, atuando como ligantes, ajudando a reter água e gordura. As prolaminas são conhecidas como causa da doença celíaca e uma dieta livre de glúten é essencial para estes doentes. Os Institutos de Pesquisa devem desenvolver métodos analíticos sensíveis, de baixo custo e validados que garantam a qualidade dos alimentos, uma vez que no Brasil ainda não existe metodologia neste sentido. O objetivo deste projeto é desenvolver e validar o método de ELISA para quantificação de prolaminas (sub-projeto 1) e de proteínas de soja (sub-projeto 2) em alimentos processados e "in natura", utilizando anticorpos policlonais anti-gliadina e anti-proteína de soja, produzidos em coelhos no Biotério do Instituto Adolfo Lutz. O anticorpo anti-proteína de soja produzido será comparado ao comercial disponível. Comparação do método de ELISA com os kits comerciais para glúten e soja. (AU)