Busca avançada
Ano de início
Entree

Composição corporal de escolares: dimorfismo sexual e diferenciação social

Processo: 01/04401-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2001 - 31 de agosto de 2003
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Antonio de Azevedo Barros Filho
Beneficiário:Antonio de Azevedo Barros Filho
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Antropometria  Crescimento e desenvolvimento  Composição corporal  Índice de massa corporal  Obesidade  Análise socioeconômica  Impedância bioelétrica 

Resumo

No Brasil há um imenso vazio na área de composição corporal: não sabemos quanto ganha uma criança, em termos de % de gordura, de massa muscular, % de água corporal, de pregas cutâneas e assim por diante. Dessa forma, o objetivo desta pesquisa é estudar o crescimento de crianças e adolescentes, em peso, altura, circunferência craniana, pregas cutâneas, área muscular do braço, % de gordura corporal e o índice de massa corporal (IMC). Também investigar como essas medidas se diferenciam em termos de gênero e por nível sócio econômico, a amostra deverá ser composta por alunos regularmente matriculados nas escolas públicas e privadas de Campinas, desde a 1ª série do 1º grau até a 3ª série do 2º grau, ou seja dos 7 aos 17-18 anos de idade. Serão três estratos sociais, 11 séries e os dois sexos, com cerca de 100 pessoas em cada estrado, perfazendo um total em torno de 7000 sujeitos. (AU)