Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do tipo de treinamento sobre a intensidade e tempo de exaustão a 100% V02max

Processo: 01/04584-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2001 - 30 de junho de 2003
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Benedito Sérgio Denadai
Beneficiário:Benedito Sérgio Denadai
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Limiar anaeróbio  Lactatos 

Resumo

A intensidade de exercício associada ao consumo máximo de oxigênio (IVO2max) pode ser definida como sendo a velocidade (corrida e natação) ou a potência (ciclismo estacionário) na qual o VO2max é atingido durante um teste incrementai, e é o índice que melhor representa a interação entre a potência aeróbia máxima (VO2max) e a economia de movimento. Mais recentemente, têm verificado que o treinamento aeróbio intervalado de alta intensidade (90 - 100% VO2max) ou o de força/velocidade realizados em associação ao treinamento aeróbio contínuo de caráter submáximo, podem determinar a melhora da IVO2max (sem modificação do VO2max), e da performance aeróbia Entretanto, os mecanismos fisiológicos que podem explicar estas alterações ainda estão para ser melhores identificados. Com isso, o objetivo deste estudo será determinar e comparar os efeitos de três diferentes programas de treinamento sobre índices aeróbios submáximos (limiar anaeróbio e economia de movimento) e máximos (VO2max e I VO2max) e índices anaeróbios (déficit acumulado de oxigênio e tlim) de atletas de endurance altamente treinados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)