Busca avançada
Ano de início
Entree

O impacto das mudanças globais na produtividade da soja: comparação entre os resultados experimentais e simulados

Processo: 01/06395-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2001 - 28 de fevereiro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Agrometeorologia
Pesquisador responsável:Durval Dourado Neto
Beneficiário:Durval Dourado Neto
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Produção agrícola  Crescimento vegetal  Soja  Mudança climática  Simulação por computador 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Contribuições...climáticas_16_37_37.pdf

Resumo

A soja (Glycine max (L.) Merr.) tem sido uma importante fonte de proteínas por 5.000 anos e, desde a década de 1950, indústrias alimentícias têm extraído proteínas dos grãos de soja para desenvolver variedades de alimentos e ingredientes alimentícios. Os impactos das mudanças globais, como o aumento da concentração de CO2 e/ou aumento da temperatura, irão afetar o desenvolvimento e crescimento da soja. Modelos complexos de simulações são amplamente utilizados para predizer o impacto dessas mudanças na produção agrícola. Dentre esses modelos, destaca-se o modelo de simulação e de crescimento Cropgro-Soybean, que tem sido usado para predizer o potencial dos impactos das mudanças climáticas no crescimento, desenvolvimento e rendimento da soja. Entretanto, experimentos são necessários para determinar a acuracidade dos resultados simulados em relação ao desenvolvimento, crescimento e rendimento da cultura em condições de campo. Esse estudo tem como primeiro objetivo comparar os dados de rendimento, biomassa e área foliar obtidos em experimentos em câmaras de ambiente controlado, na Universidade da Geórgia, EUA, com as respostas baseadas em simulações utilizando o modelo Cropgro-Soybean e dados climáticos similares aos usados nos experimentos. O segundo objetivo, baseado nas comparações entre os dados simulados e observados, é propor melhoria nos processos do modelo para aumentar a acurácia dos dados simulados, em função dos impactos provocados pela mudança climática na produção da soja. O terceiro objetivo é comparar e analisar os dados observados do desenvolvimento radicular da cultura de soja em duas diferentes concentrações de CO2 (400 e 700 ppm) e três diferentes temperaturas (20/15°C, 25/20°C e 30/25°C, dia/noite). (AU)