Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do condicionamento da cerâmica IPS Empress 2 na resistência de união a tração, adaptação cervical de coroas cerâmicas antes e após cimentação e fadiga

Resumo

O objetivo deste estudo será avaliar se diferentes tratamentos de superfície afetariam a resistência de união da interface lPS Empress 2/cimento, através da resistência à tração determinar tipo de fratura na interface cerâmica material de fixação, analisar o ajuste cervical de coroas totais IPS Empress 2 antes e após a cimentação com 2 cimentos e resistência à fadiga (a seco e em água destilada) de três tipos de cerâmica.120 pares de discos com (5,30mm X 2,5mm) serão submetidos a 6 tratamentos superficiais e fixados com ,2 cimentos. Em seguida, será submetida ao ensaio de resistência à tração a velocidade. de 1,0 mm/min.trinta coroas cerâmicas IPS Empress 2 (8,0mm de diâmetro x 8,5mm de altura) serão utilizadas para análise do ajuste cervical antes e após a cimentação com (Variolink II e Protec Cem), 30 coroas n Ceram, IPS Empress 2 e Cergogold serão fixadas com os cimentos recomendados pelos fabricantes e submetidos à fadiga com 50.000 ciclos, com 3 HZ a vel. 1,0 mm/min, a seco e em água destilada e após à fratura. (AU)