Busca avançada
Ano de início
Entree

Prevalência da deficiência de Vitamina D em idosos e correlação com a massa óssea avaliada pela ultrassonometria de calcâneo

Processo: 01/09027-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2001 - 30 de abril de 2004
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Marise Lazaretti Castro
Beneficiário:Marise Lazaretti Castro
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Colecalciferol  Hiperparatireoidismo  Osteoporose  Vitamina D 

Resumo

A deficiência de vitamina D de alta prevalência na população idosa, como demonstrado em diversos estudos americanos e europeus, induz um hiperparatireoidismo secundário, fator que comprovadamente diminui a massa óssea, aumentando o risco de fratura. Estes estudos designam a população idosa, devido às alterações metabólicas decorrentes do envelhecimento como de maior risco. Dentre os idosos, os institucionalizados são uma população de risco ainda maior. Em alguns países, baseados nesses estudos, a fortificação de alimentos com vitamina D tornou-se mandatória como medida preventiva de osteoporose. Como a maior fonte de vitamina D é solar, o Brasil por apresentar clima tropical com invernos amenos e curtos, infere-se que não exista deficiência relevante, porém isto nunca foi avaliado. Este estudo tem como objetivo principal avaliar os níveis de vitamina D em uma população idosa institucionalizada ou não, além de correlacionar com parâmetros bioquímicos e massa óssea avaliada pela ultrassonometria de calcâneo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pesquisadora defende suplementação com vitamina D para idosos 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GABRIELA LUPORINI SARAIVA; MAYSA SEABRA CENDOROGLO; LUIZ ROBERTO RAMOS; LARA MIGUEL QUIRINO ARAÚJO; JOSÉ GILBERTO H. VIEIRA; SÉRGIO SETSUO MAEDA; VICTÓRIA Z.C. BORBA; ILDA KUNII; LILLIAN F. HAYASHI; MARISE LAZARETTI-CASTRO. Prevalência da deficiência, insuficiência de vitamina D e hiperparatiroidismo secundário em idosos institucionalizados e moradores na comunidade da cidade de São Paulo, Brasil. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, v. 51, n. 3, p. 437-442, Abr. 2007.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.