Busca avançada
Ano de início
Entree

Otimização dè usinagem sem fluido dè corte N‚O torneamento dè aço Èm operações dè desbaste e dè acabamento

Processo: 01/09582-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2002 - 31 de julho de 2004
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Processos de Fabricação
Pesquisador responsável:Anselmo Eduardo Diniz
Beneficiário:Anselmo Eduardo Diniz
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Fluidos de corte e usinagem  Torneamento 

Resumo

Por razões ligadas às questões ambientais e de saúde do operador, seria interessante que todas as operações de usinagem fosse feitas sem fluido de corte. Ocorre que, na maioria das vezes, o fluido ainda propicia maior vida da ferramenta. O objetivo deste trabalho é contribuir para se diminuir a distância entre o desempenho do corte sem fluido de corte e do corte com fluido de corte em abundância, procurando-se as condições de usinagem em que a vida da ferramenta do corte sem fluido mais se aproxime daquela obtida no corte com fluido, no tome amento em desbaste e acabamento de aço. Para isto, serão realizados ensaios torneando-se o aço 1045, tendo como variáveis de entrada o avanço, a velocidade de corte, o raio de ponta da ferramenta e a dimensão e geometria da peça. Serão realizados ensaios com e sem a presença de fluido de corte em diferentes vazões. Os parâmetros de saída do processo serão o desgaste e vida da ferramenta, a rugosidade da peça e a potência consumida pelo processo. (AU)