Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da frequencia de haplotipos da regiao hipervariavel do dna mitocondrial em individuos caucasoides e negroides da populacao brasileira para estudo forense.

Processo: 01/11008-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2002 - 30 de setembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise e Controle de Medicamentos
Pesquisador responsável:Mario Hiroyuki Hirata
Beneficiário:Mario Hiroyuki Hirata
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Criminalística  Sequenciamento  DNA mitocondrial  Antropologia forense 

Resumo

A análise do DNA mitocondrial (mtDNA) apresenta-se como uma alternativa nos casos de identificação. O conhecimento das freqüências gênicas em uma dada população é fundamental na interpretação dos resultados, aumentando o poder de discriminação e a confiabilidade da análise. O objetivo deste trabalho é avaliar a freqüência dos haplótipos do mtDNA em indivíduos caucasóides e negróides da população brasileira residentes na grande São Paulo. Serão utilizadas amostras de sangue, dente e saliva. O mtDNA será extraído pelos métodos orgânico e da sílica e amplificado por PCR-Nested. O produto será seqüenciado e sobreposto à seqüência de Anderson et al. Estudo preliminar apresentou 30% de transição T16189C e 40% de transição C16223T, comparado com 57,6% e 84% e 93,6% e 96,4% das populações afro-brasileiras e indígenas da região amazônica. As freqüências mostraram características das populações africanas e hispânicas e algumas ainda não descritas na literatura, fato promissor que irá subsidiar casos reais de criminalística. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)