Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de índice de área foliar e interceptação luminosa como critério para determinação do manejo do pastejo para o capim Mombaça (Panicium maximum (Jacq.)) - III: determinação da estrutura do dossel e quantificação do valor nutritivo da forragem produzida

Processo: 01/11212-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2002 - 28 de fevereiro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Pastagens e Forragicultura
Pesquisador responsável:Sila Carneiro da Silva
Beneficiário:Sila Carneiro da Silva
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Ecofisiologia  Pastejo  Plantas forrageiras  Panicum  Capim mombaça  Produção animal  Valor nutritivo 

Resumo

O presente projeto tem por objetivo avaliar o efeito de estratégias de manejo do pastejo baseadas em características ecofisiológicas de pastos de capim Mombaça. Os tratamentos correspondem a um fatorial 2x2 entre duas alturas de resíduo pós-pastejo (30 e 50cm) e dois intervalos entre pastios, caracterizados pelo início do pastio quando o dossel" intercepta cerca de 95% ou 100% da luz incidente. A premissa teórica por traz dessa proposta é baseada no fato de que não haveria ganhado em produção de matéria seca além de 95% de interceptação de luz pelo dossel e, caso haja, esse seria em detrimento da estrutura do pasto e do valor nutritivo da forragem produzida, uma vez que este seria função do aumento da proporção de colmos em relação a folhas e aumento de material morto na base do pasto, caracterizando baixa eficiência de utilização da forragem produzida. As avaliações propostas nesta fase do programa de pesquisa são relativas à distribuição espacial de partes morfológicas da planta ao longo do perfil do dossel do pasto e o correspondente valor nutritivo da forragem produzida nos diferentes estratos verticais que compõem o pasto. (AU)