Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo citogenetico da antimutagenicidade da propolis em celulas de mamiferos in vivo e in vitro.

Resumo

A própolis é utilizada na medicina popular desde 300 aC. e tem sido relatado ter um amplo espectro de atividades biológicas, como, anticâncer, antioxidante, antiinflamatória, antibiótica e antifúngica, dentre outras. Devido a estas atividades, há um grande interesse no conhecimento da composição química e no entendimento dos mecanismos relacionados à sua ação terapêutica. Uma vez que a produção de radicais livres está envolvida no processo de carcinogênese, e considerando-se que os efeitos terapêuticos da própolis podem ser atribuídos em parte à sua atividade antioxidante, considera-se relevante estudar a influência da própolis sobre a freqüência de aberrações cromossômicas induzidas pelo quimioterápico doxorrubicina em células de mamíferos. Os mecanismos responsáveis pelas melhorias nas condições de saúde observadas com o uso da própolis na dieta e na medicina popular ainda não estão elucidados. Portanto, estes estudos devem contribuir para o melhor entendimento da ação da própolis no organismo humano. (AU)