Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção e comercialização de equipamentos para remoção eletroquímica de íons metálicos de efluentes aquosos

Processo: 00/12754-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de novembro de 2001 - 30 de abril de 2005
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Christiane de Arruda Rodrigues
Beneficiário:Christiane de Arruda Rodrigues
Empresa:Super Zinco Tratamento de Metais Comércio e Indústria Ltda
Município: Campinas
Bolsa(s) vinculada(s):04/04406-2 - Produção e comercialização de equipamentos para remoção eletroquímica de íons metálicos de efluentes aquosos, BP.TT
03/02743-9 - Produção e comercialização de equipamentos para remoção eletroquímica de íons metálicos de efluentes aquosos, BP.TT
01/08657-1 - Produção e comercialização de equipamentos para remoção eletroquímica de íons metálicos de efluentes aquosos, BP.PIPE
Assunto(s):Tratamento de águas residuárias  Efluentes industriais  Reatores eletroquímicos 

Resumo

0 objetivo central deste projeto é transformar em processo industrial o processo de remoção eletroquímica de íons metálicos, desenvolvido e testado em escala de bancada pelo Laboratório de Engenharia Eletroquímica da Faculdade de Engenharia Mecânica da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Baseado nos resultados obtidos em laboratório, pretende-se projetar, construir e otimizar reatores eletroquímicos com eletrodos tridimensionais para utilização direta na indústria de galvanoplastia e outras que possuam metais pesados em seus efluentes aquosos. O uso da técnica eletroquímica de remoção de metais propicia a eliminação, ou a redução substancial, do iodo resultante do tratamento fisico-químico de efluentes aquosos utilizados pelo setor das indústrias galvânicas. A proposta para o futuro é desenvolver e instalar reatores para a remoção de íons metálicos em cada tanque de água de lavagem para permitir a reutilização da água no processo, bem como para minimizar a quantidade de efluentes aquosos a serem tratados. Para isso, este projeto objetiva projetar reatores que atendam à demanda de uma indústria, considerando a velocidade de geração do resíduo aquoso e a concentração dos íons metálicos nestas soluções. Os reatores eletroquímicos utilizarão catodos tridimensionais e membranas catiônicas, dividindo os fluxos hidráulicos do anólito e do católito. Além do projeto e seleção de materiais, serão feitos estudos de otimização da velocidade da reação controlada por transporte de massa e da distribuição de velocidade e de pressão do fluido na superfície dos eletrodos. (AU)