Busca avançada
Ano de início
Entree

Comunicação por espalhamento espectral

Processo: 91/00517-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de janeiro de 1992 - 30 de dezembro de 1993
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica
Pesquisador responsável:Normonds Alens
Beneficiário:Normonds Alens
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Redes e comunicação de dados 

Resumo

A técnica de comunicação por espalhamento espectral vem sendo usada em comunicações militares a décadas devido a suas peculiares propriedades de baixa detectabilidade, sigilo, imunidade a interferências e possibilidade de uso multiplexado. Mais recentemente seu uso tem sido difundido para comunicações civis, devido às citadas características aliadas a uma crescente digitalização e integração do complexo processamento dos sinais exigido, o que tende a reduzir drasticamente os custos. Este projeto temático objetiva consolidar, no Departamento de Engenharia Eletrônica da EPUSP, uma capacitação nessa técnica de transmissão. Esse objetivo será concretizado através de seis linhas de atividade: a) simulação: desenvolvimento de "software" para, juntamente com outros programas adquiridos, simular o comportamento de sistemas de transmissão por espalhamento espectral adequadamente modelados, na presença de limitações do canal, interferências e desvanecimentos (ver item III.2); b) estudo de códigos: estudo de códigos usuais empregados em comunicação por espalhamento espectral, com especial atenção as suas propriedades de correlação cruzada parcial. O estudo será analítico e por simulação (ver item III.3); c) montagens experimentais: serão feitas montagens experimentais de conjuntos transmissor/receptor operando com espalhamento espectral por seqüência direta (DS) e saltos em freqüência (FH), para verificar a sua operação e desempenho. Os resultados medidos serão comparados com os obtidos por simulação (ver item III.4); d) codificadores para sinais de voz: este estudo visa a encontrar esquemas de codificação de sinais de voz, capazes de reproduzi-la com boa qualidade usando baixas taxas de transmissão, mas ainda com relativa imunidade a interferências. Usados em conjunto com transmissão por espalhamento espectral, tais esquemas levam a altos ganhos de processamento (ver item III.5); e) processamento digital de sinais: esta atividade visa a incorporar técnicas de DSP nos processamentos dos sinais usados na comunicação por espalhamento espectral. Tais técnicas poderão também ser usadas nas simulações (ver item III.6); f) ASICs para sistemas de comunicação por espalhamento espectral: esta atividade propõe a integrar em circuitos dedicados varias funções do sistema de comunicação por espalhamento espectral. Desde o início dos desenvolvimentos haverá interação desta equipe com as de outras linhas a fim de viabilizar e otimizar a integração (ver item III.7). (AU)