Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da dispersão de genes catabólicos em sedimentos contaminados da Baixada Santista, São Paulo

Processo: 02/01000-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2003 - 31 de outubro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Vivian Helena Pellizari
Beneficiário:Vivian Helena Pellizari
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dispersão de poluentes  Degradação ambiental  Repressão catabólica  Plasmídeos  Transferência genética horizontal  Biodiversidade  Baixada Santista (SP) 

Resumo

A avaliação do genoma de microrganismos degradadores de poluentes deu acesso à biodiversidade de organismos e genes utilizados no processo de degradação. A maioria dos genes utilizados encontra-se em unidades gênicas móveis, como plasmídios e transposons. Faz-se necessária a compreensão da influência destes elementos na dispersão e evolução de genótipos catabólicos. O presente projeto tem por objetivo avaliar a influência de plasmídios na difusão de genes catabólicos e no desenvolvimento da biodiversidade genotípica degradadora de comunidades bacterianas do estuário de Santos. Para isto será verificada a ocorrência de DNA plasmidial nos isolados obtidos no projeto FAPESP N°98/05068-0- do BIOTA-SP. Nestes fragmentos serão identificados por hibridação os genes catabólicos, a sua expressão, determinação da similaridade com os de cepas padrão degradadoras e comprovação do processo de transferência gênica a partir de experimentos de conjugação in vitro e em microcosmos. (AU)