Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressao da cox-1 e cox-2 na evolucao da carcinogenese gastrica.

Resumo

A etiopatogenia do câncer gástrico é complexa e não está completamente esclarecida. Estudos mostram menor incidência de tumores gastrointestinais entre pacientes com artrite reumatóide, usuários de grande quantidade de drogas anti-inflamatórias não esteróides. O efeito anti-neoplásico destas drogas é sustentado pelos estudos epidemiológicos controlados e de observação que mostram que o uso prolongado de aspirina e outras NSAIDs está associado a uma redução de 40-50% no risco de câncer coloretal e o uso da aspirina está associado também a uma redução da incidência do câncer do esôfago e do estômago. O alvo destas drogas é a enzima limitante COX que catalisa a síntese dos metabólitos das prostaglandinas PGG2 e PGH2. As prostaglandinas são importantes na patogênese do câncer por modularem a proliferação celular, apoptose, angiogênese e vigilância imunológica. São descritos duas isoformas COX-1 e COX-2. Não está claro a localização celular de COX-1 e COX-2 durante a carcinogênese gástrica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)