Busca avançada
Ano de início
Entree

Analise da estrutura genetica intracolonial de mycetophylax conformis (hymenoptera, formicidae, myrmicinae).

Processo: 02/12788-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2003 - 31 de maio de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Maria Cristina Arias
Beneficiário:Maria Cristina Arias
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Repetições de microssatélites  Attini 

Resumo

A tribo Attini contém cerca de 200 espécies nominais divididas em 13 gêneros. As formigas desta tribo vivem em simbiose com um fungo (basidiomiceto), e se alimentam de seus corpos frutíferos (gongilideos). Os gêneros são divididos em dois grupos: os Attini "avançados" e os Attinis "basais". Observações recentes têm mostrado uma correlação positiva entre o tamanho das colônias e o número de cópulas da rainha. Para os dois grupos de Attini foram realizados alguns estudos, empregando marcadores moleculares, para testar essa hipótese, porém ainda não existem dados consistentes. O objetivo principal desse trabalho é a análise da freqüência de cópulas de rainhas da espécie Mycetophylax conformis e a determinação do grau de parentesco entre os indivíduos do ninho. Esses conhecimentos nos permitirão inferir hipóteses sobre a evolução social da espécie estudada, bem como sobre o conflito na produção de machos que acontece entre rainha e operárias de Hymenoptera. (AU)