Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação da proteína verde fluorescente (GFP-UV) como indicador biológico na validação da autoclavação de soluções parenterais e da esterilização por óxido de etileno de itens termolábeis: comparação...

Processo: 02/13189-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2003 - 30 de junho de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Thereza Christina Vessoni Penna
Beneficiário:Thereza Christina Vessoni Penna
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Esterilização  Óxido de etileno  Vapor  Indicadores biológicos  Proteínas de fluorescência verde  Bacillus subtilis  Estudo comparativo 

Resumo

Esporos de Bacillus subtilis são considerados convenientes indicadores biológicos (IB) na autoclavação de Soluções Parenterais Grande Volume acondicionadas em embalagem plástica de polietileno. Sendo o crescimento bacteriano moroso, a proteína verde fluorescente recombinante (GFPuv) foi escolhida para ser estudada como potencial IB na aferição da eficiência dos processos de esterilização por autoclavação e por óxido de etileno (material termossensível), por apresentar rapidez e precisão de resposta. O emprego da GFPuv em relação aos esporos de B. subtilis visa agilizar os testes e respectivos resultados de validação operacional e de desempenho dos processos. O trabalho em questão tem por objetivo comparar o uso dos indicadores biológicos (IB): esporos de B. subtilis e da proteína GFPuv nos procedimentos de: (i) autoclavação de soluções parenterais, por vapor úmido e por chuveiro d'água (ii) esterilização por óxido de etileno (EtO) de artigos hospitalares críticos (cânulas e oxigenadores), e em (iii) procedimentos de limpeza e desinfecção, prévios à esterilização. (AU)