Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do desenvolvimento do esmalte de germe dental de incisivo de rato submetido a fluorose crônica

Processo: 02/13984-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2003 - 30 de junho de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Gerson Francisco de Assis
Beneficiário:Gerson Francisco de Assis
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Ameloblasto  Amelogenina  Esmalte dentário  Imuno-histoquímica 

Resumo

Durante a formação do esmalte dentário, os ameloblastos passam por modulações morfológicas para executarem as funções de secreção e maturação da matriz do esmalte. A matriz é inicialmente formada por um grupo especial de proteínas, sendo que a maioria delas são reabsorvidas durante a amelogênese. As amelogeninas constituem o principal grupo dessas proteínas estruturais e a sua retenção na matriz, encontra-se entre os possíveis fatores relacionados a distúrbios do desenvolvimento do esmalte, como os observados na fluorose. No incisivo de rato adulto o flúor pode interferir tanto na matriz como no ameloblasto, mas durante o período fetal ou pós-natal inicial ainda faltam informações que melhor caracterize esta influência. Por isso, no atual trabalho pretendemos observar as principais alterações morfológicas de ameloblastos de dentes incisivos de ratos submetidos à fluorose, utilizando-se eletromicrografias obtidas no Microscópio Eletrônico de Transmissão e correlacionar as possíveis alterações a um estudo imunohistoquímico com anticorpo primário contra amelogenina. As ratas grávidas serão submetidas à exposição crônica de fluoreto de sódio na água de beber durante toda gestação e durante o aleitamento e as mandíbulas dos ratos com 0, 7 e 14 dias serão colhidas para estudo da matriz do esmalte e dos ameloblastos nas fases de secreção e maturação. Constarão do experimento dois grupos experimentais de 100 ppm e 7 ppm de flúor na água e um grupo controle com água deionizada. (AU)