Busca avançada
Ano de início
Entree

Fisiologia e fisiopatologia em cardiologia

Processo: 99/04533-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de janeiro de 2000 - 31 de dezembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Paulo Jose Ferreira Tucci
Beneficiário:Paulo Jose Ferreira Tucci
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Antonio Carlos de Camargo Carvalho ; Enio Buffolo
Bolsa(s) vinculada(s):03/03200-9 - Um modelo experimental de digitalização crônica no rato, BP.IC
00/12685-8 - O eletrocardiograma como método de caracterização de grandes infartos do miocárdio no rato, BP.IC
00/06101-3 - Influência da infartectomia na hemodinâmica e na ação mecânica do coração de ratos portadores de grandes infartos do miocárdio, BP.DR
Assunto(s):Cardiologia  Fenômenos fisiológicos cardiovasculares  Cardiomiopatias  Função ventricular  Infarto do miocárdio 

Resumo

O projeto inclui dois sub-projetos que visam avaliar: 1) as bases fisiológicas do mecanismo de Frank-Starling em corações isolados de cães; 2) a influência da infartectomia no desempenho cardíaca e na sobrevida de ratos com grandes infartos. O primeiro subprojeto retoma uma linha de investigação a que o coordenador já se dedicou, e será desenvolvido em corações isolados de cães nutridos pelo sangue arterial de outro animal. A preparação é mantida em contrações isovolumétricas e a pressão desenvolvida durante as contrações (PD) é utilizada como indicadora do estado contrátil. Pela concretização de quatro protocolos serão estudadas: 1) a influência da freqüência cardíaca na ativação da contração dependente do estiramento; 2) eventuais modificações da sensibilidade dos miofilamentos ao cálcio (Ca++) durante a resposta contrátil do ventrículo esquerdo (VE) à dilatação súbita. A possível acentuação da afinidade dos miofilamentos pelo (Ca++) pelo estiramento será avaliada comparando-se a resposta ventricular à dilatação súbita antes e após promoção de depressão contrátil pós-isquemia miocárdica. A depressão contrátil pós-isquemia (stunned myocardium) é reconhecida como manobra redutora da sensibilidade dos miofilamentos ao (Ca++). Definindo sua influência sobre a resposta da PD à expansão ventricular buscam-se elementos de informação sobre a possibilidade de o estiramento acentuar a afinidade dos miofilamentos pelo (Ca++); 3) a participação de receptores miocárdicos de estiramento na intensificação das sístoles promovida pelo alongamento miocárdico. Receptores miocárdicos de estiramento regulam o trânsito de (Ca++) pelos canais iônicos do sarcolema. A possibilidade da ativação destes receptores mediarem à interiorização de (Ca++), seguindo-se à expansão ventricular, será avaliada analisando-se a resposta cardíaca à dilatação antes e após bloqueio dos receptores de estiramento pelo Cloreto de Gadolínio; 4) a influência do bloqueio do retículo sarcoplasmático pela rianodina na resposta ventricular à dilatação súbita. A potenciação da contração promovida pelo estiramento miocárdico pode ser condicionada por maior liberação de (Ca") pelo retículo sarcoplasmático. Esta hipótese será testada comparando-se a resposta da PD à dilatação da cavidade antes e após administração de rianodina à preparação. O segundo subprojeto analisará a influência da retirada cirúrgica da cicatriz fibrosa de grandes infartos do miocárdio provocados em ratos na função cardíaca e na sobrevida dos animais. Dados experimentais e os relatos de grandes ensaios clínicos demonstraram que a dilatação da cavidade ventricular que ocorre após infartos constitui importante fator patogenético no desencadeamento da disfunção ventricular e da insuficiência cardíaca que se seguem à fase aguda dos infartos do miocárdio. O aumento do raio da cavidade implica em acentuação da tensão padetal a ser desenvolvida para gerar a pressão ventricular (lei de Laplace), e este fator de sobrecarga sustentada conduz à disfunção sistólica. A proposta visa analisar a influência da redução do tamanho da cavidade ventricular na função cardíaca analisada imediatamente após infartectomia e a repercussão a longo prazo. O projeto está esquematizado de modo a se por em prática seis protocolos que permitirão caracterizar: 1) o uso da ecodopplercardiografia (ECO) na análise da função cardíaca de ratos, de modo a se poder identificar, entre ratos previamente infartados, aqueles que são portadores de grandes infartos, que se constituirão no objetivo deste projeto... (AU)

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COSTA, A. R.; TORRES, L. B.; MEDEI, E.; RICARDO, R. A.; FRANCA, J. P.; SMAILI, S.; NASCIMENTO, J. H. M.; OSHIRO, M. E. M.; BASSANI, J. W. M.; FERREIRA, A. T.; TUCCI, P. J. F. The negative inotropic action of canrenone is mediated by L-type calcium current blockade and reduced intracellular calcium transients. British Journal of Pharmacology, v. 158, n. 2, p. 580-587, SEP 2009. Citações Web of Science: 7.
LESLIE ANDREWS PORTES; PAULO JOSÉ FERREIRA TUCCI. O Treinamento físico por natação atenua o remodelamento miocárdico e congestão pulmonar em ratas wistar com insuficiência cardíaca secundária a infarto do miocárdio. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 87, n. 1, p. 54-59, Jul. 2006.
R.L.G. FLUMIGNAN; R.M. KANASHIRO; R.M. SARAIVA; L.A. PORTES; E.L. ANTONIO; M.M.S. ISHIGAI; P.J.F. TUCCI. Incidence of heart failure in infarcted rats that die spontaneously. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 39, n. 10, p. 1323-1328, Out. 2006.
ORLANDO SANT'ANA JR; ROBERTO J. NOGUEIRA; NEIF MURAD; ANTONIO CARLOS LOPES; PAULO J. F. TUCCI. A depressão miocárdica pós-isquemia/reperfusão não altera a resposta cardíaca à elevação da freqüência de contrações. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 84, n. 1, p. -, Jan. 2005.
A.M.M. BONILHA; R.M. SARAIVA; R.M. KANASHIRO; L.A. PORTES; E.L. ANTONIO; P.J.F. TUCCI. A routine electrocardiogram cannot be used to determine the size of myocardial infarction in the rat. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 38, n. 4, p. 615-619, Abr. 2005.
NEIF MURAD; MARCELO FABIANO DE FRANCO; PAULO J. F. TUCCI. Caracterização funcional da hipertrofia miocárdica induzida pelo isoproterenol e de sua regressão. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 77, n. 1, p. 51-58, Jul. 2001.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.