Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das relacoes filogeneticas do genero triportheus cope, 1872 (teleostei: characiformes: characidae).

Processo: 03/00917-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2004 - 31 de março de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Mônica de Toledo-Piza Ragazzo
Beneficiário:Mônica de Toledo-Piza Ragazzo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Filogenia  Triportheus  Sistemática  Região neotropical  Characiformes  Characidae 

Resumo

Existem ainda muitas dúvidas quanto ao monofiletismo de Characidae e vários autores afirmam que a família somente poderá ser diagnosticada quando forem determinados o monofiletismo dos gêneros e outros subgrupos, bem como suas inter-relações. Um dos problemas a ser resolvido neste sentido é a questão da posição filogenética do gênero Triportheus e de sua relação com outros caracídeos como Agoniates, Brycon, Chalceus, Clupeacharax e Lignobrycon. A classificação atual envolvendo Triportheus é claramente insatisfatória e as hipóteses de agrupamentos propostos são controversos. Portanto, para se entender a questão da relação de parentesco entre os caracídeos é fundamental que se defina os agrupamentos componentes da família. Para tanto, este projeto tem como objetivos: 1) definir Triportheus e gêneros relacionados com base na metodologia cladística; 2) propor uma hipótese de inter-relações do gênero Triportheus; e 4) utilizar a informação do estudo filogenético para reavaliar a definição das subfamílias Agoniatinae e Bryconinae. (AU)