Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da injecao intracerebral da toxina tstx isolada do veneno do escorpiao tityus serrulatus sobre os niveis hipocampais de aminoacidos neurotransmissores.

Processo: 03/03058-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2003 - 30 de abril de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Ana Leonor Abrahao Nencioni Soares
Beneficiário:Ana Leonor Abrahao Nencioni Soares
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Microdiálise  Hipocampo 

Resumo

Os venenos escorpiônicos são compostos, entre outras substâncias, por neurotoxinas que atuam em canais fônicos alterando seu funcionamento normal. A TsTX, uma toxina do tipo alfa isolada do veneno do escorpião Tityus serrulatus, se liga ao sítio 3 do canal de sódio inibindo sua inativação. De acordo com dados de literatura esta toxina altera a liberação de neurotransmissores. Quando injetada intracerebralmente, interfere nos níveis de glutamato promovendo o aparecimento de descargas epileptiformes e lesão neuronal. Portanto, nos propomos, no presente trabalho, a verificar as alterações nos níveis extracelulares dos aminoácidos neurotransmissores e na integridade neuronal após aplicação intra-hipocampal da toxina, precedida de injeção de antagonistas de receptores de glutamato ou de riluzole, um bloqueador da liberação do glutamato intracelular (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NENCIONI, ANA LEONOR A.; LOURENCO, GEANE ANTIQUES; LEBRUN, IVO; FLORIO, JORGE CAMILO; DORCE, VALQUIRIA A. C. Central effects of Tityus serrulatus and Tityus bahiensis scorpion venoms after intraperitoneal injection in rats. Neuroscience Letters, v. 463, n. 3, p. 234-238, OCT 9 2009. Citações Web of Science: 19.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.