Busca avançada
Ano de início
Entree

Estimabilidade de medidas de associação e efeito em estudos caso-controle espaciais

Processo: 06/05920-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de dezembro de 2007 - 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Laécio Carvalho de Barros
Beneficiário:Laécio Carvalho de Barros
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Ricardo Carlos Cordeiro
Pesq. associados: Cláudia Torres Codeço ; Paulo Justiniano Ribeiro Junior ; Trevor Charles Bailey
Bolsa(s) vinculada(s):08/58461-5 - Uso de modelagem multinominal na estimabilidade da distribuição espacial do risco em estudos epidemiológicos, BP.DD
08/05324-0 - Implementação de rotinas computacionais para a estimação de medidas de associação e de risco em estudos caso-controle espaciais, BP.PD
07/07435-1 - Estimabilidade da distribuição espacial de risco em estudos caso-controle utilizando o modelo multinomial, BP.PD
Assunto(s):Saúde ocupacional  Acidentes de trabalho  Análise de sobrevida  Geoprocessamento 
Publicação FAPESP:http://www.fapesp.br/tematicos/saude_cordeiro.pdf

Resumo

Os estudos caso-controle constituem a maior contribuição metodológica da epidemiologia, propiciando um modo eficiente de obter estimativas populacionais de risco relativo e fração atribuível. Durante a segunda metade do século XX esses estudos apresentaram notável evolução metodológica, incorporando desenhos amostrais complexos e diversificados, desenvolvendo modos de estimar risco e significância estatística em desenhos estratificados e multivariados, controlando melhor a interferência de variáveis de confundimento, identificando interações de maneira mais precisa, e chegando inclusive, em situações particulares, a prescindir da amostragem de controles para a obtenção de resultados válidos. Entretanto, apesar do grande desenvolvimento dos sistemas de informação geográfica e da análise espacial de dados ocorridos nos últimos 20 anos, parece ser ainda pequena a incorporação da dimensão espacial aos estudos caso controle, embora despontem trabalhos importantes nessa área, particularmente no campo da epidemiologia ambiental e da chamada epidemiologia geográfica. Face o acima exposto, este é um projeto cujo tema de investigação é um método: o estudo caso-controle espacial, entendido como um estudo caso controle que incorpora explicitamente a localização espacial como covariável de interesse. Tal incorporação, dada a não linearidade da distribuição espacial da maioria das ocorrências de interesse epidemiológico, implica em toda uma mudança do instrumental analítico usual dos estudos caso-controle. Este projeto tem como objetivos, em estudos caso-controle espaciais: a) verificar o comportamento e o significado epidemiológico da função risco relativo espacial em função dos desenhos amostrais case-base sampling, risk-set sampling e amostragem a partir de sobreviventes da doença estudada. b) desenvolver um modelo computacional que, dado um conjunto de parâmetros demográficos, geográficos e epidemiológicos pré-definidos, simule a execução de estudos caso-controle espaciais em diversas configurações epidêmicas, como mais uma abordagem para o estudo do comportamento e da precisão do estimador da função risco relativo espacial em função dos desenhos amostrais acima citados. c) aplicar o modelo de regressão logística multinomial para a estimação da distribuição espacial do risco de ocorrências quando estas são classificadas de acordo com sua gravidade, isto é, em contraposição ao modelo binário, que classifica os indivíduos estudados em casos ou controles, desenvolver um tratamento multinomial, que possibilite a estimação da distribuição espacial do risco de ocorrência de casos em função de sua gravidade. d) desenvolver testes de significância para os componentes não-lineares das estimativas de superfície de risco em estudos caso-controle espaciais que possam ser utilizados paralelamente ou em substituição ao procedimento Monte-Carlo atualmente em uso. e) testar os resultados metodológicos obtidos, particularmente o explicitado no item c acima, na reanálise de dois estudos caso-controle espaciais: Distribuição espacial do risco de acidentes do trabalho no mercado informal de Piracicaba (FAPESP 05/03491-9) e distribuição espacial do risco de dengue na região sul do município de Campinas (FAPESP 06/01224-6)... (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NUCCI, LUCIANA B.; ZANGIROLANI, LIA T. O.; MAFRA, ANA CAROLINA C. N.; DE MEDEIROS, MARIA ANGELICA T.; CORDEIRO, RICARDO. Spatial distribution of the risk for metabolic complications: an application in south-east Brazil, 2006-2007. PUBLIC HEALTH NUTRITION, v. 15, n. 6, p. 1008-1014, JUN 2012. Citações Web of Science: 0.
MIZUKOSHI, MARINA T.; BARROS, LAECIO C.; BASSANEZI, RODNEY C.; BRANDAO, ADILSON J. V. On the topological equivalence of some fuzzy flows near hyperbolic equilibria. FUZZY SETS AND SYSTEMS, v. 189, n. 1, p. 92-100, FEB 16 2012. Citações Web of Science: 2.
NUCCI‚ L.B.; ZANGIROLANI‚ L.T.O.; MAFRA‚ A.C.C.N.; DE MEDEIROS‚ M.A.T.; CORDEIRO‚ R. Spatial distribution of the risk for metabolic complications: an application in south-east Brazil‚ 2006-2007. PUBLIC HEALTH NUTRITION, v. 1, n. 1, p. 1-7, 2012.
Estudo caso-controle com resposta multinomial: uma proposta de análise. Cadernos de Saúde Pública, v. 26, n. 3, p. -, Mar. 2010.
JAFELICE, R. MOTTA; BECHARA, B. F. Z.; BARROS, L. C.; BASSANEZI, R. C.; GOMIDE, F. Cellular automata with fuzzy parameters in microscopic study of positive HIV individuals. Mathematical and Computer Modelling, v. 50, n. 1-2, p. 32-44, JUL 2009. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.