Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de quelatos de aminoácidos a partir de hidrolisado protéico de Saccharomyces cerevisiae para serem utilizados como suplementos alimentares minerais de alta biodisponibilidade

Processo: 00/12797-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de julho de 2001 - 31 de dezembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Ricardo da Silva Sercheli
Beneficiário:Ricardo da Silva Sercheli
Empresa:NPA Núcleo de Pesquisas Aplicadas Ltda
Município: Jaboticabal
Auxílios(s) vinculado(s):04/13687-5 - Construção e montagem de uma unidade farmoquímica para a fabricação de quelatos de hidrolisados protéicos, AP.PIPE3
Bolsa(s) vinculada(s):03/00963-1 - Produção de quelatos de aminoácidos a partir do hidrolisado protéico da Saccharomyces cerevisiae para serem utilizados como suplementos minerais de alta disponibilidade, BP.TT
02/08926-5 - Produção de quelatos de aminoácidos a partir do hidrolisado protéico da Saccharomyces cerevisiae para serem utilizados como suplementos minerais de alta disponibilidade, BP.TT
01/05736-8 - Produção de quelatos de aminoácidos a partir de hidrolisado proteico de Saccharomyces cerevisiae para serem utilizados como suplementos alimentares minerais de alta biodisponibilidade, BP.PIPE
Assunto(s):Quelato 

Resumo

A proposta objetiva desenvolver processos para a produção industrial de quelatos de aminoácidos obtidos por reações de complexação entre diferentes metais e o hidrolisado protéico de Saccharomyces cerevisiae. Etapa 1: hidrolisado protéíco de Saccharomyces cerevisiae: embora amplamente descrita na literatura técnica, a pesquisa visa desenvolver um processo industrial capaz de obter um hidrolisado com a qualidade necessária para ser utilizado na etapa seguinte a um custo operacional competitivo, evitando, na medida do possível, a geração de efluentes. Os dois processos selecionados para o estudo foram o de hidrólise ácida e enzimática: a) hidrólise ácida: o trabalho concentra-se inicialmente nos parâmetros descritos na literatura, visando à otimização do processo em relação aos diferentes ácidos utilizados; e b) hidrólise enzimática: será conduzida na presença de uma mistura de proteases, seguindo inicialmente os dados descritos na literatura para posterior determinação dos parâmetros operacionais de processo. A escolha do melhor processo será feita pela qualidade e custo do hidrolisado obtido. Etapa 2: quelatos de aminoácidos. Serão obtidos segundo as etapas a seguir: a) formação dos complexos organometálicos; b) dessanilização da água-mãe de reação e isolamento do produto; e c) secagem do complexo. A fase 2 do projeto pretende, considerando os resultados obtidos na fase 1 e trabalhos descritos na literatura, desenvolver processos visando à produção industrial de quelatos de aminoácidos livres e peptídeos obtidos por reações de complexação entre diferentes metais e o hidrolisado protéico de Saccharomyces cerevisiae. A proposta é a obtenção de um hidrolisado protéico contendo peptídeos com peso molecular médio de 1 mil daltons, que apresentam alta absorção pelo organismo. (AU)