Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de reabilitacao do assoalho pelvico com biofeedback sobre a duracao e severidade da incontinencia urinaria apos prostatectomia radical: estudo prospectivo, controlado e randomizado.

Resumo

A incontinência urinária é uma complicação freqüente após a cirurgia de prostatectomia radical, com grande impacto negativo sobre a qualidade de vida dos pacientes. Embora a maioria dos pacientes readquira o controle urinário espontaneamente, este processo pode levar mais de 12 meses. O tratamento conservador com fisioterapia do assoalho pélvico através de biofeedback é uma alternativa promissora no tratamento desta condição, mas sua eficácia é desconhecida. Neste estudo, pacientes submetidos à prostatectomia radical para tratamento de adenocarcinoma localizado da próstata serão divididos aleatoriamente em dois grupos, sendo um para tratamento com biofeedback (1 sessão semanal e exercícios feitos pelo próprio paciente em casa) e o outro grupo não recebendo nenhuma forma de tratamento. Os pacientes dos dois, grupos serão avaliados 1, 3, 6 e 12 meses após a cirurgia através de medidas objetivas da continência urinária como diário miccional e teste de fraldas bem como por questionários validados de sintomas e de impacto da incontinência sobre a qualidade de vida. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RIBEIRO, LUCIA HELENA S.; PROTA, CRISTINA; GOMES, CRISTIANO M.; DE BESSA, JR., JOSE; BOLDARINE, MILENA PERES; DALL'OGLIO, MARCOS F.; BRUSCHINI, HOMERO; SROUGI, MIGUEL. Long-Term Effect of Early Postoperative Pelvic Floor Biofeedback on Continence in Men Undergoing Radical Prostatectomy: A Prospective, Randomized, Controlled Trial. JOURNAL OF UROLOGY, v. 184, n. 3, p. 1034-1039, SEP 2010. Citações Web of Science: 55.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.