Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapeamento comparativo em cana-de-açúcar por meio do emprego de sequências heterólogas oriundas de arroz e sorgo

Processo: 03/09210-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2004 - 31 de julho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Antonio Vargas de Oliveira Figueira
Beneficiário:Antonio Vargas de Oliveira Figueira
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Cana-de-açúcar  Mapeamento genético  Sintenia  Polimorfismo de fragmento de restrição  Marcador molecular 

Resumo

A cana-de-açúcar (Saccharum spp.) possui grande importância para a economia brasileira, sendo fonte de matéria prima para produção de açúcar e álcool. As espécies de Saccharum são poliplóides e apresentam genoma relativamente grande e complexo. As variedades comerciais são muitas vezes aneuplóides, resultado do processo chamado nobilização, que envolve cruzamentos interespecíficos, seguido por uma série de retrocruzamentos para S. officinarum, denominada cana "nobre". Mapas genéticos são de extrema importância para a compreensão do genoma de uma espécie, pois possibilitam a identificação de regiões genômicas associadas a características agronômicas importantes, que podem ser utilizadas diretamente no melhoramento para seleção assistida ou para a caracterização de genes. Um mapa genético saturado para cana-de-açúcar está sendo desenvolvido no Brasil sob financiamento da FAPESP a partir de uma progênie de 500 indivíduos resultantes do cruzamento entre dois clones de elite, obtidos pelo Centro Tecnológico Copersucar. A análise molecular do genoma de Saccharum poderá ser simplificada pela investigação de sua relação próxima com os genomas mais compactos, como os de sorgo e arroz, possibilitando que características precisamente mapeadas em cana-de-açúcar possam ser dissecadas pelo isolamento de genes ortólogos em sorgo e/ou arroz. Este projeto objetiva saturar o mapa genético de ligação em desenvolvimento, por meio do emprego de sondas heterólogas provenientes de sorgo e arroz, como também comparar a correspondência deste mapa àqueles anteriormente desenvolvidos para cana-de-açúcar por outros grupos de pesquisa no exterior. (AU)