Busca avançada
Ano de início
Entree

Células B-1 e sua participação nos modelos experimentais de melanoma murino e infecção por Paracoccidioides brasiliensis

Processo: 07/51501-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de setembro de 2007 - 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:José Daniel Lopes
Beneficiário:José Daniel Lopes
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):08/50632-5 - Identificação e caracterização de molécula expressa nos linfócitos B-1 que induz aumento o potencial metastático de células de melanoma murino B16, BP.PD
Assunto(s):Idiotipos de imunoglobulinas  Biblioteca de peptídeos  Biomarcadores tumorais  Matriz extracelular  Linfócitos B 
Publicação FAPESP:http://www.fapesp.br/tematicos/saude_lopes.pdf

Resumo

As células B1 foram descritas como subpopulação da clássica linhagem B, sendo ainda hoje discutida sua origem. Atualmente são reconhecidas como um subtipo celular que diverge das células B-2 (células B convencionais) por seu fenótipo, localização anatômica, ontogenia, repertório de anticorpos e fisiologia. Por expressão diferencial de marcadores de superfície celular são divididas em células B-1a, que expressam a molécula CD5 (Ly-1) - marcador de linfócitos T - e células B-1b, CD5-, ambas positivas para Mac-1, marcador de macrófagos, e B220, molécula expressa especificamente pela linhagem B. Um subtipo CD5+ Mac- (B1c) começa a ser admitido. Essas células parecem ser responsáveis pela secreção de auto-anticorpos e produção de imunoglobulinas envolvidas na imunidade natural. Além disso, o subtipo B-1b é a principal fonte de IL-10 após estímulo por antígeno ou mitógeno, característica que pode estar envolvida na modulação do sistema imune aparentemente induzida por essas células. As principais evidências que suportam essa afirmação foram obtidas em modelos de infecção por fungos e protozoários nos quais a resolução do quadro foi favorecida em camundongos Xid, geneticamente desprovidos de células B-1. A influência direta dessas células no potencial metastático do melanoma foi obtida em modelo de co-cultivo in vitro. Há maior expressão de moléculas de adesão e síntese de proteases por células de melanoma após contato com linfócitos B-1 (Staquicini FI et al., submetido). Além disso, o potencial pró-neoplásico dos linfócitos B-1 ou de seus produtos de secreção foi preliminarmente demonstrado em estudos com a célula imortalizada e não tumorigênica melan-a. Apesar dessas descrições, o papel dessas células em processos fisiológicos, patológicos e sua interação com o sistema imunológico ainda não foi completamente caracterizado. Dentre modelos que têm sido empregados para averiguação de algumas dessas funções estão a paracoccidioidomicose, o melanoma murino experimental, além da inflamação, tolerância e auto-imunidade que, em maior ou menor escala, estão contempladas com metas de investigação neste projeto. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
XANDER, PATRICIA; NOVAES E BRITO, RONNI ROMULO; PEREZ, ELIZABETH CRISTINA; POZZIBON, JAQUELINE MACIEL; DE SOUZA, CAMILA FERREIRA; PELLEGRINO, RENATA; BERNARDO, VIVIANE; JASIULIONIS, MIRIAM GALVONAS; MARIANO, MARIO; LOPES, JOSE DANIEL. Crosstalk between B16 melanoma cells and B-1 lymphocytes induces global changes in tumor cell gene expression. Immunobiology, v. 218, n. 10, p. 1293-1303, OCT 2013. Citações Web of Science: 8.
PUGLIESE, LIVIA SOUZA; GONCALVES, THAIS OLIVEIRA; POPI, ANA FLAVIA; MARIANO, MARIO; PESQUERO, JOAO BOSCO; LOPES, JOSE DANIEL. B-1 lymphocytes differentiate into functional osteoclast-like cells. Immunobiology, v. 217, n. 3, p. 336-344, MAR 2012. Citações Web of Science: 16.
LOPES, JOSE DANIEL; MARIANO, MARIO. B-1 cell: the precursor of a novel mononuclear phagocyte with immuno-regulatory properties. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 81, n. 3, p. 489-496, SEP 2009. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.