Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da carbamazepina sobre a espermatogênese e a fertilidade de ratos machos

Processo: 03/10913-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2004 - 31 de julho de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia
Pesquisador responsável:Sandra Maria Miraglia Valdeolivas
Beneficiário:Sandra Maria Miraglia Valdeolivas
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fertilidade  Puberdade  Ratos  Carbamazepina  Espermatogênese 

Resumo

A carbamazepina é considerada, atualmente, a droga de primeira linha no tratamento das convulsões parciais e tônico-clônicas, sendo comumente usada no tratamento de crises epilépticas em cavalos, cães, gatos e humanos. Entretanto, durante a terapia prolongada, pode provocar efeitos adversos sobre a função reprodutiva masculina, incluindo alterações nos níveis hormonais, disfunções sexuais e prejuízo em alguns parâmetros espermáticos (redução da mobilidade espermática, diminuição da concentração de espermatozóides da cauda epididimária e aumento de espermatozóides com anormalidades morfológicas). Considerando-se que o tratamento com carbamazepina envolve longos períodos de utilização, inclusive durante a infância e a adolescência, e que a maturação do eixo hipotalâmico-hipofisário-gonadal durante a pré-puberdade e puberdade é mais sensível à ação de agentes tóxicos, o objetivo deste trabalho é avaliar os efeitos desta droga sobre a espermatogênese, a morfologia da via espermática (epidídimo e ducto deferente) e das glândulas sexuais acessórias, bem como sobre os níveis dos hormônios sexuais, em ratos machos tratados desde a pré-puberdade até atingirem diferentes estágios do desenvolvimento sexual. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.